Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 29º

A noite de Cancelo, CR7 e... João Mário. Notas do Portugal-Liechtenstein

O lateral do Bayern rubricou uma exibição estelar na noite em que Cristiano Ronaldo estabeleceu novo recorde.

A noite de Cancelo, CR7 e... João Mário. Notas do Portugal-Liechtenstein
Notícias ao Minuto

08:01 - 24/03/23 por Ricardo Santos Fernandes

Desporto Análise

Portugal arrancou a golear no início da era Martínez e suplantou o Liechtenstein, por 4-0, esta quinta-feira, em Alvalade, no primeiro jogo de qualificação para o Euro’2024, com remates certeiros de Cristiano Ronaldo, de penálti e livre direto, João Cancelo e Bernardo Silva.

Numa primeira parte enfadonha, em que se salvou o golo de Cancelo e pouco mais, a orquestra lusitana não deslumbrou e teve de ser a plateia de Alvalade a puxar pelos pupilos de Roberto Martínez. Imperou a fortaleza do modesto rival que, a jogar ao redor da sua área, foi anulando as ofensivas lusas.

A etapa complementar começou com mudanças distintas na caixa de velocidades. Bernardo Silva dilatou o marcador, Cristiano Ronaldo bisou e foi o golo de livre direto do madeirense que conduziu o Estádio de Alvalade à maior ovação da noite. Uma goleada que podia ter terminado com números ainda mais gordos, mas Buchel, o melhor do Liechtenstein, respondeu à altura.

Nota negativa para os assobios a João Mário. Audíveis e desnecessários. A plateia de Alvalade voltou a frisar que o médio do Benfica é persona non grata no recinto verde e branco, porém esqueceu-se que este jogo não se tratava de um Sporting-Benfica, onde os assobios poderiam, aí sim, considerar-se uma normalidade, agora num jogo da seleção, onde todos os jogadores vestem a mesma bandeira, parece, no mínimo, algo bizarro.

Vamos então aos destaques desta partida:

Figura

João Cancelo assinou uma exibição estelar. Fez o primeiro golo, ganhou o penálti para o terceiro, rubricou uma mão cheia de ocasiões e foi um dos homens que mais pressionou no meio-campo ofensivo.

Surpresa

Cristiano Ronaldo tornou-se o jogador com mais internacionalizações da história e chegou aos 120 golos com a seleção nacional. O madeirense não para de quebrar recordes e continua a tratar os golos por 'tu'. O fim da sua passagem pela seleção continua a parecer longe, apesar de alguns momentos menos fulgurantes que, frente ao Liechtenstein, nomeadamente na primeira parte, voltaram a verificar-se.

Desilusão

Meier viveu uma noite de pesadelo e certamente não se esquecerá da mesma. Apanhou com o furacão 'Cancelo' pela frente e quase sempre acabou ultrapassado. Um vendaval sem fim numa noite de horror para o lateral esquerdo do Liechtenstein

Treinadores

Roberto Martínez conseguiu tirar algumas ilações positivas deste encontro, porém ainda há muito trabalho a fazer. A exibição não foi brilhante, a primeira parte deixou alguns portugueses a 'ressonar' e o sistema 3-4-3 ainda precisará de ser oleado com rivais mais duros para saber se é ou não uma boa alternativa a um passado desportivo recente do conjunto das quinas.

Rene Pauritsch prometeu dificultar a tarefa a Portugal e na primeira parte conseguiu encontrar o antídoto para adormecer a seleção nacional. Mas durou apenas 45 minutos. Num encontro em que o Liechtenstein jogou apenas no seu meio-campo ficou provado que este tipo de duelos são 'ossos' demasiado duros para rival tão 'musculado'.

Árbitro da partida

Espen Eskås dirigiu um encontro sem dificuldades. O golo anulado a Cristiano Ronaldo também não oferece dúvidas.

Leia Também: Roberto Martínez quer falar com Fernando Santos: "Tenho muito respeito"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório