Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
26º
MIN 14º MÁX 28º

À quinta final foi de vez. FC Porto derruba Sporting e vence Taça da Liga

Um golo a abrir e outro a fechar permitiram conquista inédita dos dragões, após quatro finais perdidas.

À quinta final foi de vez. FC Porto derruba Sporting e vence Taça da Liga
Notícias ao Minuto

21:42 - 28/01/23 por Miguel Simões

Desporto Taça da Liga

O FC Porto conseguiu arrecadar a primeira Taça da Liga da sua história, este sábado, ao bater o Sporting (0-2), contrariando a lógica dos últimos anos nos duelos entre as duas equipas na referida prova.

Num primeiro tempo recheado de emoções, Eustáquio não tardou em abrir o ativo (10') e o Sporting não hesitou em reagir, com um golo anulado a Edwards, duas bolas nos ferros consecutivas por Porro e Pote e ainda uma dupla ocasião de Paulinho, sem que o resultado voltasse a mexer até ao intervalo.

O regresso dos balneários trouxe um dragão mais cauteloso e, sem grandes ocasiões de parte a parte, viu o leão ficar em inferioridade numérica a 20 minutos do fim, por expulsão de Paulinho, algo que ajudou o FC Porto a fazer história na competição, à quinta final disputada, com o tento sentenciador de Marcano (86').

Início de 'loucos'... e reação sem efeitos

Rúben Amorim e Sérgio Conceição optaram, cada um, por trocar apenas duas peças em relação aos onzes apresentados nas 'meias' diante de Arouca e Académico de Viseu, respetivamente. Pedro Porro e Gonçalo Inácio foram apostas iniciais do lado dos leões, perante uma formação azul e branca que recorreu às titularidades de Galeno e Taremi.

O início de jogo não poderia ter sido mais frenético. A fechar os primeiros dez minutos, Eustáquio decidiu ser o autor da primeira grande oportunidade da partida e a verdade é que... mexeu com o marcador. Adán ficou mal na fotografia ao tentar travar o remate de fora da área e deixou os dragões a festejar.

Na resposta, Edwards também quis ser protagonista e provocou a mesma reação nos adeptos leoninos, após ter ultrapassado Cláudio Ramos, porém, o VAR interveio e anulou o lance por fora de jogo de 41 centímetros.

Animicamente, os leões até poderiam ter sofrido um impacto algo negativo. Mas não foi isso que aconteceu. A equipa de Rúben Amorim superiorizou-se, carregou no adversário e não parou de criar oportunidades, de tal forma que, em oito segundos, os leões atiraram ao poste por duas vezes. Primeiro num remate de Porro à trave e, logo de seguida, numa tentativa de Pote desviada para o poste, à passagem dos 36 minutos.

Até ao apito para o descanso, Paulinho também quis entrar para a 'lista de aflições' dos azuis e brancos e, depois de ter ficado perto de mexer com o marcador aos 42 minutos, ainda viu Pepe negar-lhe o empate num dos últimos lances do primeiro tempo.

Marcano sentenciou contra dez

Apesar da vantagem no resultado, Sérgio Conceição terá dado um sermão aos jogadores do FC Porto e não se pode dizer que a lição não tenha sido aprendida, uma vez que a equipa da cidade Invicta soube como travar grande parte das investidas leoninas, com os devidos ajustes na defesa.

Com direito a um festival de pirotecnia junto aos bancos de suplentes, Rúben Amorim lançou Fatawu para o lugar de Nuno Santos, mas os 'buracos' que surgiram na defesa dos dragões eram rapidamente tapados, até que a sua equipa ficou reduzida a dez elementos.

Em lance com Otávio, o árbitro João Pinheiro terá interpretado o braço de Paulinho como intencional para afastar o médio do FC Porto e, apesar das queixas de parte a parte, admoestou o avançado do Sporting com o segundo amarelo e consequente expulsão.

Com várias mexidas de parte a parte, pertenceria a Marcano a oportunidade para sentenciar as dúvidas, já aos 86 minutos, com um cabeceamento que Adán não conseguiu travar, após passe de Pepê, deixando os dragões em estado de euforia.

Até ao apito final, ainda houve tempo para uma ligeira confusão no meio-campo entre jogadores das duas equipas, atrasando apenas o momento em que o FC Porto receberia, ao fim de 16 edições, o primeiro estatuto de 'campeão de inverno'.

Momento do jogo: O golo de Marcano aos 86 minutos acabou com todas as dúvidas e permitiu ao FC Porto uma conquista inédita na sua história.

Leia Também: Eustáquio abriu a contagem na final da Taça da Liga após 'frango' de Adán

Leia Também: Edwards deixou adeptos do Sporting a festejar, mas VAR anulou o empate

Leia Também: Sporting pediu grande penalidade por mão na bola de Marcano

Leia Também: Duas bolas aos ferros em oito segundos deixaram leões desesperados

Leia Também: Agressão a Otávio? Pinheiro puxou do vermelho e Paulinho ficou incrédulo

Pré-direto

19h45: Sporting, FC Porto e equipa da arbitragem liderada por João Pinheiro sobem ao relvado para dar início à grande final da Taça da Liga. Poderá acompanhar as incidências da partida, em direto, no Desporto ao Minuto.

19h30: Equipas recolhem aos balneários a quinze minutos do apito inicial.

19h25: Adeptos do FC Porto em festa em Leiria. 

19h15: Roberto Martínez, selecionador nacional, marca presença nas bancadas do Estádio Dr. Magalhães Pessoa para analisar algumas das referências portuguesas de Sporting e FC Porto.

19h10: Jogadores do Sporting também já estão em campo para os habituais exercícios de aquecimento.

19h05: É a vez dos restantes jogadores do FC Porto iniciarem os habituais exercícios de aquecimento.

19h00: Guarda-redes dos dragões já subiram ao relvado.

18h55: Em representação do FC Porto, Gonçalo Borges falou à Sport TV sobre a final da Taça da Liga, seguindo-se a intervenção de Luís Neto, do lado do Sporting.

18h50: Já se conhecem os onzes para a final deste sábado.

Onze do Sporting: Antonio Adán; Gonçalo Inácio, Sebastián Coates, Matheus Reis; Pedro Porro, Hidemasa Morita, Manuel Ugarte, Nuno Santos; Marcus Edwards, Pedro Gonçalves e Paulinho.

Onze do FC Porto: Cláudio Ramos; João Mário, Pepe, Iván Marcano, Wendell; Mateus Uribe, Stephen Eustáquio, Otávio; Galeno, Pepê e Mehdi Taremi.

18h40: Assim está o balneário dos leões a sensivelmente uma hora da grande final.

18h30: Comitiva do Sporting já se encontra no estádio.

18h25: Pinto da Costa e jogadores deslocam-se para o balneário.

18h15: Comitiva do FC Porto já se encontra no estádio.

18h10: Autocarro dos leões também já está a caminho do Estádio Dr. Magalhães Pessoa.

18h05: Assim está o balneário dos azuis e brancos a menos de duas horas da final.

17h55: Autocarro dos dragões prepara-se para deixar hotel da Batalha, a caminho do Estádio Dr. Magalhães Pessoa.

17h45: FC Porto já deixou um "primeiro olhar" do relvado do estádio que vai acolher a final da competição.

17h30: Sporting assinala realização da final em Leiria num dia de sol, embora o início da partida esteja agendado já para a noite.

17h15: A final da Taça da Liga joga-se às 19h45 (horário de Portugal Continental), em Leiria, dentro de duas horas e meia. Poderá acompanhar o pré-jogo e também o desafio, em direto, no Desporto ao Minuto.

Antevisão

Chegou o dia. Sporting e FC Porto disputam, este sábado, a final da Taça da Liga, em Leiria, num duelo em que a história até está do lado dos leões, pelo que os dragões tentaram afastar os 'fantasmas'.

O emblema da cidade Invicta já esteve presente em quatro finais e acabou sempre derrotado (diante de Benfica, Sporting e ainda duas vezes frente ao Sporting de Braga), pelo que deseja que, à quinta tentiva, seja de vez.

Pela frente, os dragões têm um adversário que, em cinco jogos na prova, sorriu sempre. Os leões - que arrecadaram os últimos dois troféus e já venceram um total de quatro edições - bateram os azuis e brancos por duas ocasiões (4-1 nas 'meias' de 2009/10 e 2-1 nas 'meias' de 2020/21) e empataram nas outras três, duas delas com o sorriso final nas grandes penalidades ('meias' de 2017/18 e final de 2018/19).

Com mais 24 horas de descanso por comparação ao FC Porto, a formação de Rúben Amorim chega ao derradeiro duelo da prova com um registo 100% vitorioso, após uma fase de grupos com 13 golos marcados (6-0 na receção ao Feirense, 0-2 no reduto do Rio Ave e 5-0 contra o Marítimo) e nenhum sofrido, uma goleada diante do Sporting de Braga (5-0) e o mais recente triunfo suado frente ao Arouca (1-2) na 'final four'.

Já o conjunto de Sérgio Conceição arrancou a prova com um empate diante do Mafra (2-2), mas rapidamente se impôs em Chaves (0-2) e na receção ao Vizela (4-0), eliminando depois o Gil Vicente (2-0) e 'derrubando' o Académico de Viseu (3-0) na 'final four'.

O que nos reservará o grande duelo este sábado? À quinta é de vez para o FC Porto ou repete-se a história para o lado do Sporting?

O Clássico tem apito inicial agendado para as 19h45 (horário de Portugal Continental), em Leiria, será ajuizado por João Pinheiro e poderá acompanhar as incidências da partida, em direto, no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Sporting-FC Porto: Repetir a história ou afastar 'fantasmas'?

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório