Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
24º
MIN 14º MÁX 24º

Bruno Fernandes: "Vou dizer o que tenho a dizer. Eles que se f... depois"

Médio português arrasou a arbitragem do argentino Facundo Tello.

Bruno Fernandes: "Vou dizer o que tenho a dizer. Eles que se f... depois"
Notícias ao Minuto

07:40 - 11/12/22 por Notícias ao Minuto

Desporto Bruno Fernandes

Bruno Fernandes não poupou nas críticas à equipa de arbitragem do duelo que ditou a eliminação de Portugal do Mundial'2022. Na zona mista do estádio Al Thumama, o assessor da Federação Portuguesa de Futebol ainda tentou travar o camisola 8 da equipa das quinas, mas as críticas fizeram-se ouvir.

"Não me toques, vou dizer o que tenho a dizer. Eles que se f.... depois", atirou o médio para o membro da FPF antes de falar com os jornalistas.

"Se vão dar o título à Argentina? Se vão dar ou não, não sei. Mas queriam que Portugal saísse neste momento. É muito estranho termos um árbitro que ainda tem a seleção do seu país em competição e não termos árbitros portugueses nesta competição. É estranho", começou por dizer.

"Temos árbitros [portugueses] que arbitram na Liga dos Campeões, que têm qualidade e nível para estarem na Liga dos Campeões, portanto têm qualidade e nível para estarem aqui [num Mundial]. Estes árbitros não apitam na Liga dos Campeões, não estão habituados a estes jogos, não têm andamento para isto e, claramente, inclinaram o campo. Na primeira parte, há um penálti sobre mim. Eu ficaria isolado e, na minha perfeita noção, nunca me deixaria cair no momento em que estou sozinho com o guarda-redes e posso rematar à baliza", acrescentou Bruno Fernandes, sublinhando que a equipa portuguesa não vai sair do Qatar com o sentimento de dever cumprido.

"Dever cumprido, não. Não cumprimos o nosso objetivo. Sentimos muita tristeza, muita amargura. Em termos de compromisso e atitude, a seleção deu tudo o que pode dar. A nível de qualidade, podemos sempre fazer um bocadinho melhor, há sempre um passe que sai mal, um remate que não entra, alguns erros técnicos no jogo. A palavra tristeza é que nos define neste momento, porque sabemos que temos capacidade para atingir pontos mais altos e chegar a momentos de decisão mais importantes", vincou o camisola 8, antes de falar do forte apoio dos adeptos de Marrocos nas bancadas.

"Marrocos defendeu bem, há que lhes dar os parabéns. Passa sempre quem merece. Podemos dar voltas e mais voltas, dizer que jogámos melhor, mas Marrocos está na próxima fase, é merecido. Portugal fez um bom jogo, não fez um grande jogo porque não ganhou. Já tivemos jogos piores e saímos vitoriosos. Infelizmente, hoje, calhou-nos a nós perder o jogo e é difícil encontrar palavras agora. Não consigo puxar muito pela cabeça, porque o pensamento ainda está no jogo, no que poderia ter sido, no que poderíamos ter feito", terminou o internacional português.

Leia Também: Fernando Santos: "O balneário está destroçado e desolado"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório