Meteorologia

  • 08 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

Pai de Tanlongo arrasa: "Como o queriam manter com um salário ridículo?"

Fabian Tanlongo ataca o Rosario Central e garante que o clube argentino tem dívidas para com o seu filho.

Pai de Tanlongo arrasa: "Como o queriam manter com um salário ridículo?"
Notícias ao Minuto

23:19 - 27/11/22 por Notícias ao Minuto

Desporto Argentina

A transferência a custo zero de Mateo Tanlongo para o Sporting, jogador que está em final de contrato com o Rosario Central, continua a fazer correr muita tinta na argentina.

Fabian Tanlongo, pai do jovem médio, veio a público reagir às acusações do Rosario Central, a propósito do processo de saída do jovem futebolista para o Sporting.

Numa carta enviada ao jornal argentino La Capital, o progenitor de Tanlongo arrasou o clube argentino, assim como o presidente Ricardo Carloni.

"Procurámos a melhor solução para o Mateo e o presidente Ricardo Carloni demonstrou desconhecimento legal e regulamentar na sua anterior comunicação. Faltou à verdade nas últimas semanas para criar um inimigo e desviar as atenções", disse o pai de Tanlongo.

"O Mateo ganha 66.000 pesos argentinos por mês [384 euros] e o clube tinha uma dívida para com ele há meses. Podiam ter renovado o contrato anualmente para impedir que ele saísse no final do vínculo que foi assinado quando ele era menor. Como se pretende manter um jovem que estava no clube desde os seis anos se não se tenta mudar as condições salariais e se se mantém um salário ridículo? O meu filho não saiu da equipa porque Tévez não deixou e queria continuar com ele", continuou Fabian Tanlongo

"Quando discutíamos os valores da renovação, vinham sempre alterados face ao que já estava previamente combinado. Pedimos aos representantes do Mateo que dissesse aos clubes europeus interessados nele que tivessem em mente que teriam de pagar uma compensação ao Rosario, apesar de esta direção ter feito de tudo para que ele saísse livre no dia 31 de dezembro. Inclusivamente o Sr. Carloni aceitou esse acordo a 15 de novembro, mas no dia a seguir avisou-nos que tinha de ser tudo pago até 16 de dezembro. A partir daí tentámos reunir, mas sem sucesso. Preferiu recorrer a um empresário argentino, comprometendo-se a pagar uma comissão de 7,5 por cento, quando a Stellar Group inclusivamente já tinha dito que cedia parte dos seus lucros na operação para que fossem transferidos para o Rosario", finalizou.

Leia Também: Presidente do Rosario revela que Tanlongo chegará livre ao Sporting

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório