Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Defesa é caso bicudo. Rúben Amorim sem titulares e obrigado a 'inventar'

Leões têm boletim clínico 'inchado' e não há perspetivas de melhorias rápidas. Com a oitava jornada da I Liga à porta, a falta de opções obriga a procurar soluções, nem que seja atirar jogadores às feras sem qualquer minuto de jogo.

Defesa é caso bicudo. Rúben Amorim sem titulares e obrigado a 'inventar'

O Sporting regressa aos relvados nesta sexta-feira, em casa, frente ao Gil Vicente. Os leões aproveitaram a paragem das seleções para organizar a casa, mas não conseguiram acelerar todas as recuperações de lesão.

Entre os casos mais preocupantes estão Coates, Luís Neto e Pedro Porro. Estes quatro nomes ainda fazem parte do boletim clínico do emblema de Alvalade, do qual saiu St. Juste na última quarta-feira, ainda que com muita vigilância. Para já, perspetiva-se um regresso à competição sem estes jogadores.

Feitas as contas, sobram poucas opções para Rúben Amorim na linha defensiva. A falta de profundidade do plantel do Sporting vai obrigar a um tremendo improviso.

Adaptações nem sempre são seguras

Riscados os quatro nomes supramencionados, o Sporting pode contar ainda com Gonçalo Inácio, Matheus Reis e Ricardo Esgaio para o centro da defesa. Os dois últimos são completas adaptações feitas por Amorim que, se em certos casos já deu jeito, noutros, acabou por correr mal.

Notícias ao Minuto Esgaio, Matheus Reis e Gonçalo Inácio devem jogar no centro da defesa frente ao Gil Vicente© Getty Images

Matheus Reis reune consenso na posição de defesa central. O brasileiro chegou a Alvalade com o rótulo de lateral esquerdo, mas a agressividade a defender, a rapidez e a boa saída a jogar levaram-no ao centro da defesa, onde costuma jogar mais com a camisola verde e branca. Por outro lado, Ricardo Esgaio, que chegou para ser suplente de Porro, já foi chamado para o lugar dos centrais e acabou por ficar mal visto.

Por duas vezes, contra Desp. Chaves e Boavista, o defesa de 29 anos ficou associado aos desaires do Sporting, não tendo apresentado a sua melhor versão a jogar no centro da defesa. No último, no Bessa, Esgaio foi mesmo preferido, em vez de José Marsà, defesa espanhol pleno de pontos de interrogação.

Marsà. Afinal, o que se passa?

Depois de confessado por Rúben Amorim o cansaço de alguns jogadores do Sporting, entre eles de Gonçalo Inácio, questionou-se no núcleo sportinguista o seguinte: afinal, por que razão não joga José Marsà?

Notícias ao Minuto José Marsà ainda não jogou qualquer minuto na equipa principal do Sporting nesta época© Getty Images

A questão não tem uma resposta direta, estando essa ao encargo do treinador do Sporting. Contudo, é curiosa a falta de minutos de jogo do espanhol, que já leva quatro jogos na equipa B dos leões, nos quais utilizou a braçadeira de capitão.

Marsà chegou do Barcelona com rótulo de promessa, mas, em 5580 minutos possíveis de jogar desde que chegou a Alvalade, esteve em campo por apenas... 11 minutos.

Formação pede oportunidades

O Sporting mudou o plano para esta temporada no que toca à constituição do plantel. De forma a manter o seu núcleo duro e não ter de vender para contratar, Rúben Amorim preferiu encurtar as opções em cada posição e, assim, abrir espaço à formação.

Ora, se em caso de aperto há que arranjar uma solução rápida, Amorim poderá encontrá-la mais depressa do que pensa nas camadas jovens dos leões. Estão inscritos em prova Chico Lamba, Jesús Alcantar, Gilberto Batista, Gonçalo Braga e Diogo Travassos.

Notícias ao Minuto Gilberto Batista tem treinado com a equipa principal. Leva 316 minutos de jogo© Getty Images

Os primeiros três são defesas centrais. Desses, apenas Chico Lamba espera por oportunidade para jogar nesta época. Alcantar já representou por três vezes a equipa B, Gilberto Batista fê-lo por quatro vezes, tendo jogado ainda dois jogos da Youth League.

Os restantes nomes são opções para o lado direito da defesa, que poderá ficar despida com a provável adaptação de Esgaio ao centro da defesa. Gonçalo Braga, que chegou ao Sporting na época passada proveniente do Sp. Braga, leva um jogo na equipa B e outro nos sub-23, enquanto Diogo Travassos leva três na equipa B e dois na Youth League.

Notícias ao Minuto Diogo Travassos jogou os 90 minutos de todas as cinco partidas desta época© Getty Images

A poder 'arriscar' e lançar um destes jovens já na próxima jornada da I Liga, prevê-se uma surpresa no lado direito da defesa, ficando a equipa menos exposta do que estaria se entrasse um novo central. Ainda assim, e tal como já fez noutra ocasião, Arthur Gomes poderá descer no campo e jogar pela ala inteira, não mostrando a sua vertigem rumo à baliza adversária, mas dado velocidade à equipa na posição.

É com estas questões que Rúben Amorim terá de lidar até sexta-feira, dia em que o Sporting regressa à prova frente ao Gil Vicente, em Alvalade, às 19 horas.

Leia Também: Sporting coloca três jogadores na lista dos mais promissores do mundo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório