Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

O segredo da vitória estava no banco: As notas do Sporting-Tottenham

Paulinho e Arthur Gomes saltaram do banco de suplentes para dar aquele que foi um importante triunfo frente à equipa londrina.

O segredo da vitória estava no banco: As notas do Sporting-Tottenham

É caso para dizer que Rúben Amorim foi ao banco resgatar a importante vitória na noite desta terça-feira frente ao Tottenham.

O Sporting venceu o Tottenham por 2-0, em jogo da segunda jornada do Grupo D da Liga dos Campeões de futebol, com dois golos que chegaram perto do final, apontados por jogadores que saíram do banco de suplentes.

Num quase lotado Estádio de Alvalade, os homens de Rúben Amorim apresentaram uma exibição recheada de personalidade e qualidade e logo contra um adversário de topo do futebol inglês, numa das maiores noites de Champions da história do Sporting.

Com muito menos descanso do que o adversário, fruto de ter jogado no passado sábado, a equipa leonina não mostrou menos ritmo do que o adversário, pelo contrário. Já o Tottenham apresentou-se em Alvalade com uma pressão alta, tal como já era esperado, mas não entrou em loucuras neste duelo frente aos verde e brancos.

Nos primeiros minutos, os spurs, com o central ex-leão Eric Dier a titular pressionaram os leões, que sentiram dificuldades em sair da zona defensiva, mas rapidamente o Sporting se libertou dessas amarras e equilibrou o jogo, criando alguns calafrios à defesa inglesa fruto dos remates de Pedro Gonçalves e da grande jogada individual de Marcus Edwards no fim da primeira parte. Pelo meio, Richarlison viu um golo ser-lhe anulado.

Na segunda parte, o Tottenham voltou a entrar melhor e colocou em sentido os leões com duas ocasiões por intermédio de Emerson. O Sporting voltou a equilibrar as contas, isto numa altura em que começaram a ser mostrados os primeiros amarelos e arrancaram as substituições. E foi nestas mexidas que Rúben Amorim acabou por 'pescar' esta importante vitória.

Após um canto, batido por Pedro Gonçalves, Paulinho, que tinha entrado na partida para o lugar de Trincão, saltou mais alto e cabeceou para o fundo da baliza, inaugurando o marcador. Logo de seguida, Arthur Gomes, um minuto depois de entrar para a sua estreia na equipa, recebeu a bola na esquerda, passou por dois adversários e  fixou o resultado final.

Foi uma reta final de jogo muito personalizada e de qualidade dos leões que justificaram por completo a conquista dos três pontos e a consequente segunda vitória nesta fase de grupos da Liga dos Campeões.

Mas vamos às notas desta partida:

Figura

Paulinho, muitas vezes criticado pelos adeptos, saltou do banco de suplentes para desfazer o nulo diante do Tottenham. Entrou no momento certo e foi o grande responsável pelo triunfo leonino. O tribunal de Alvalade não deixou escapar esta exibição e aplaudiu-o de forma unânime.

Surpresa

Marcus Edwards podia ser a figura, mas não deixa de ser surpreendente que tenha chamado a si a responsabilidade maior de criar lances de ataque, remetendo Pote e Trincão para segundo plano. O extremo inglês manteve o nível que tem apresentado nos últimos jogos e não teve medo de arriscar contra a antiga equipa. Não fosse a defesa de Lloris e muito provavelmente o inglês teria chegado ao golo, nomeadamente naquela jogada 'maradoniana' na reta final da primeira parte.

Desilusão

Má partida por parte de Son-Heung Min. Tido como um dos jogadores mais virtuosos da equipa liderada por Antonio Conte, o internacional sul-coreano acabou por ser presa fácil para a defesa leonina, não conseguindo por em prática o futebol que tanto apaixona os adeptos dos spurs. Acabou mesmo por ser o primeiro a ser substituído na equipa londrina.

Treinadores

Rúben Amorim: O treinador dos leões tinha a lição muito bem estudada. Do primeiro ao último minuto, os leões não tiveram qualquer receio contra aquele que é um dos 'big-six' da Premier League, obrigando o adversário a correr atrás da bola por não conseguir encontrar forma de a recuperar. Foi uma exibição muito personalizada dos verde e brancos que se estendeu a todos os setores da quipa.

Antonio Conte: Os ingleses conseguiram criar algumas dificuldades à defensiva leonina, especialmente quando fizeram cruzamentos para a grande área, mas não conseguiram concretizar em golos as algumas oportunidades que tiveram. Para além disso, os homens de ataque estiveram alguns furos abaixo do habitual.

Arbitragem

Boa exibição da equipa de arbitragem liderada pelo sérvio Jovanovic.

Leia Também: Leão de luxo na reta final vence Tottenham e lidera isolado na Champions

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório