Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Sporting e Sp. Braga dividem pontos em tarde com 'Pote' de golos

Leões e arsenalistas protagonizaram um grande arranque de I Liga.

Sporting e Sp. Braga dividem pontos em tarde com 'Pote' de golos

Sporting e Sp. Braga empataram neste domingo por 3-3, no Estádio da Pedreira. A partida esperava-se animada, mas não com tanta ação, logo na primeira jornada da I Liga.

O marcador foi aberto cedo no jogo. Aos nove minutos, Matheus Nunes deu a bola a Porro, que serviu Pedro Gonçalves para o primeiro golo oficial do Sporting na nova época. O Sp. Braga não quis ficar atrás e, a uma falha defensiva dos verdes e brancos, Banza respondeu com um golo.

Mais tarde, Nuno Santos fez o golo da tarde. A um passe por alto de Matheus Nunes, o ala respondeu com um tiraço à baliza dos arsenalistas. A bola ressaltou na relva e voou por cima de Matheus. Já em cima do intervalo, Niakaté empatou o jogo com uma cabeçada num livre de Sequeira.

Na segunda parte, Rúben Amorim mexeu, levando Rochinha e Edwards a jogo. Foi dos pés dessa dupla que surgiu o golo da vantagem, já para lá do minuto 80. Artur Jorge não ficou atrás, lançou Abel Ruiz e o espanhol deixou os bracarenses novamente igualados com os leões.

Com este resultado, num jogo de loucos, Sporting e Sp. Braga dividem pontos no arranque da I Liga, vendo FC Porto e Benfica na frente, ambos com três pontos.

Filme do jogo

Resultado à parte, que jogão na primeira jornada desta I Liga. Sporting e Sp. Braga bateram-se a alto nível, naquele que já se sabia que seria o prato forte desta primeira ronda do campeonato.

Logo aos dois minutos de jogo, Pedro Porro ameaçou a baliza de Matheus. A equipa do Sp. Braga entendeu o aviso e começou a jogar à sua nova maneira.  À saída a jogar do Sporting, a partir da baliza, os bracarenses responderam com pressão alta, que se alastrou a todo o campo. Não havia um homem de camisola verde e branca sem marcação.

Esta pressão dos arsenalistas levou os leões a perderem a bola várias vezes, tornando o jogo menos assertivo. Contudo, foi no meio desse desacerto que surgiu o primeiro golo da partida. Matheus Nunes viu o que mais ninguém viu e lançou Pedro Porro isolado na profundidade. O espanhol cruzou e Pedro Gonçalves encostou para alegria dos sportinguistas. Rúben Amoim não esboçou qualquer reação, sabendo que nada estava garantido com esse golo.

Era Amorim quem estava certo. Em jeito de resposta, o Sp. Braga atacou pelo lado esquerdo, puxou a defesa leonina para o seu lado e abriu-se um buraco em frente a Banza. O francês só teve de esperar que a bola lhe chegasse aos pés e finalizar e empatar a partida.

Esta equipa do Sporting não se deixa ficar e, neste jogo, não fez diferente. Nuno Santos, um dos mais inconformados, teve nos pés o golo da tarde. Matheus Nunes fez, novamente, maravilhas, deixando o meio campo do Sp. Braga para trás. Já no ataque, levantou a bola para o ala que, de fora da grande área, disparou de primeira para a baliza de Matheus. A bola ainda ressaltou no relvado, traíndo o guardião brasileiro.

O Sporting tomava conta das rédeas da partida, mas não acertava na baliza. Paulinho perdeu várias oportunidades à boca da baliza, tendo visto Trincão atirar sobre a barra na cara de Matheus. Do lado de lá, Banza e Ricardo Horta voltaram a ameaçar. A bola chegou a entrar na baliza, mas o VAR anulou por fora-de-jogo. Gonçalo Inácio ficou mal na fotografia ao deixar a bola a jeito do adversário em zona perigosa.

Já em cima do intervalo, Niakaté mostrou como se faz. Em tarde de estreia, o francês tirou a bola do alcance de Adán e deu o melhor fim a uma livre de Sequeira.

Na segunda parte, Ricardo Horta podia ter colocado o Sp. Braga em vantagem. Na cara de Adán, o capitão dos arsenalistas atirou bastante por cima. Aos 60 minutos, depois de um jogo apagado de Paulinho, Amorim tirou o avançado... e mais dois. Morita e Nuno Santos deram ainda lugar a Ugarte e ao estreante St. Juste, além de Edwards.

Logo a seguir, num ataque levado a cabo por Trincão, Pedro Gonçalves pediu penálti por falta de Sequeira. Fábio Veríssimo foi analisar, mas reverteu a decisão. O jogador do Sporting ficou chateado e com alguma razão. Na análise das imagens, é possível ver um contacto entre ambos que poderá ter dificultado a missão do leão. 

As entradas de Castro e Rodrigo Gomes mexeram com a equipa minhota, que continuou a ameaçar a baliza de Adán. O jovem avançado desconcertou a defesa leonina, tirou a paciência a Matheus Reis e Matheus Nunes, especialmente, e ameaçou o golo algumas vezes. Já o médio deu maior organização à equipa num período fulcral da partida.

A indefinição do Sporting na hora de finalizar levou um golpe fatal com uma jogada de mestre de Rochinha. O ex-Vitória SC encarou o seu antigo rival, apostou no tricô, fugiu a quem lhe apareceu à frente e encontrou Edwards ao segundo poste. Os leões chegaram à vantagem numa altura importante do jogo, daí Rúben Amorim ter chamado Ricardo Esgaio a jogo para fechar a linha defensiva.

Ainda assim não foi dessa que a baliza ficou trancada. Abel Ruiz, que tinha sido lançado pouco antes, atirou a contar na grande área para deixar a Pedreira em pulgas. Vitinha ainda podia ter virado o balde de água gelada sobre o Sporting, mas valeu 'San Adán', que saiu dos postes e impediu a reviravolta.

Grande exibição dos dois conjuntos, logo na ronda inaugural da partida. A expectativa para esta época é grande, certamente, com FC Porto e Benfica já lançados na frente da tabela. Sporting e Sp. Braga ficam atrás, para já.

Momento do jogo: As mexidas das duas equipas relançaram a partida. Rochinha e Edwards valeram um golo ao Sporting, enquanto Abel Ruiz marcou para o Sp. Braga. Já André Castro e Rodrigo Gomes deram estabilidade aos minhotos, deixando a bola mais vezes perto de Adán que de Matheus.

Onzes iniciais

Sp. Braga: Matheus; Victor Gómez, Niakaté, Tormena, Sequeira; Al Musrati, André Horta, Ricardo Horta; Iuri Medeiros, Vitinha e Banza.

Sporting: Adán; Inácio, Coates, Matheus Reis; Porro, Matheus Nunes, Morita, Nuno Santos; Pedro Gonçalves, Trincão e Paulinho.

Antevisão

Sporting e Sp. Braga defrontam-se neste domingo, em jogo a contar para a primeira jornada da I Liga. As duas equipas vão dar o pontapé de saída oficial nas suas épocas no Estádio Municipal de Braga.

Na época passada, os leões bateram os minhotos neste mesmo estádio, por 2-1, na primeira volta do campeonato. Na segunda metade da I Liga, os arsenalistas surpreenderam e venceram em Alvalalde.

Sporting e Sp. Braga não tiveram o mesmo desempenho nas respeticas pré-épocas, mas prometem agitar este arranque da I Liga.

O Sp. Braga-Sporting tem apito marcado para as 18h deste domingo e poderá acompanhar a par e passo as incidências desse jogo aqui no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Eis o onze provável do Sp. Braga para defrontar o Sporting

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório