Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Penálti empurra Benfica pouco extraordinário à vitória em Arouca

Águias venceram por 2-0 no Municipal de Arouca e diminuíram provisoriamente a distância para os rivais

Penálti empurra Benfica pouco extraordinário à vitória em Arouca

O Benfica venceu nesta sexta-feira o Arouca por 2-0. Um golo de grande penalidade parecia tudo o que as águias conseguiam fazer para ultrapassar os arouquenses, isto até chegar o segundo golo quando ninguém esperava.

Aos 32 minutos, Darwin fez o único golo do jogo de grande penalidade. Aos 41 minutos, sorte ou qualidade, Vlachodimos impediu um penálti de João Basso. As contas foram fechadas já nos oito minutos de compensação. Gonçalo Ramos concluiu um livre batido por Grimaldo.

Com este resultado, o Benfica chega aos 44 pontos e fica provisoriamente a três pontos do Sporting. O Arouca segue na luta pela manutenção ainda no penúltimo lugar da I Liga.

Filme do jogo

O Benfica foi numa visita de estudo até ao norte do país e, como numa verdadeira visita de estudo, acima de muita coisa, houve passeio. No sopé da Serra da Freita, a turma das águias fez outra exibição aquém do esperado, fraca até, mas suficiente para garantir três pontos preciosos na luta contra os rivais no topo da tabela. Mas, frente à terceira pior defesa da I Liga, esperava-se mais.

A grande dúvida antes da partida era a organização tática da equipa. Nélson Veríssimo promoveu uma vez mais alterações no onze e levou Paulo Bernardo pelo segundo jogo seguido a titular. Com o jovem médio em campo, tal como Julain Weigl e João Mário, num sistema 4-4-2, tornava-se importante perceber que lugares irião ocupar os jogadores. Ficou percetível que Paulo Bernardo iria ser um pêndulo entre a defesa e o ataque das águias, dando apoio aos dois setores.

Logo aos cinco minutos, o jovem médio apresentou-se à frente da baliza e fez o primeiro remate do jogo, facilmente defendido por Victor Braga. O Arouca, que se organizou com o habitual 4-2-3-1, respondeu logo de seguida com uma bola a chegar à entrada da grande área de Vlachodimos, mas que não deu em nada. A equipa da casa não teve problemas em pressionar o adversário, mesmo que isso resultasse em desposicionamentos. Fechou-se bem numa linha de quatro defesas que tentou empurrar o denso ataque das águias, que contou com Darwin, Yaremchuk, Rafa Silva e Paulo Bernardo.

A equipa que viajou da capital mostrou uma vontade maior que aquela antes vista e aos nove minutos esteve muito perto do golo. Darwin ficou 'taralhouco' por segundos e, à boca da baliza, perdeu o golo. Essa vontade que apareceu com o apito inicial revelou-se limitada no tempo e foi preciso o Benfica penar muito para abrir a contagem .Depois de tanta insistência durante meia hora de jogo, Darwin Núñez garantiu um penálti à sua equipa. O uruguaio ia em direção à linha de fundo, já dentro da grande área, e foi impedido por João Basso, que lhe bloqueou o pé de apoio. Na marca de grande penalidade, Darwin fez o primeiro da partida, o 15.º da conta pessoal na temporada.

A partir do lance do golo, a equipa do Benfica subiu, aumentou o volume ofensivo e tentou atrapalhar o Arouca em certos momentos. Mesmo quando a equipa da casa roubava a bola e saía no contra-ataque, os encarnados estavam no sítio certo para intercetar o lance. Apesar da intensidade que as águias impuseram no jogo, o Arouca manteve-se leal aos seus princípios e não deixou de atacar.

Foi num desses ataques de qualidade, a explorar a profundidade nas costas da defesa do Benfica, que os arouquenses chegaram ao seu maior lance de perigo da primeira parte. Arsénio entrou na grande área pelo lado direito, tirou Vlachodimos da frente, sendo derrubado pela insistência do grego. Na conversão da grande penalidade, João Basso bateu na bola da forma mais absurda possível, desperdiçando um golo cantado para o Arouca. Vlachodimos, a bater os pés no chão que nem uma máquina de costura, mostrou-se firme entre os postes e afastou a bola com relativa facilidade, mantendo as águias vivas na partida.

O intervalo chegou e para bem dos dois lados. A partida, que prometia ação pelo início animado, acabou por aborrecer muitos. Para a segunda parte, um dos adormecidos já nem voltou a campo. Yaremchuk deu a vez a Everton, de volta às opções do Benfica. Para quem estava chateado depois de ter apanhado uma seca nos primeiros 45 minutos, os cinco minutos que abriram a segunda parte deram alguma esperança. Aos 55 minutos, pertenceu ao Benfica uma grande oportunidade. João Mário contou os segundos até Rafa passar ao seu lado, jogou no avançado, que tinha tudo para fazer golo, mas Victor Braga acabou o lance com mérito ao defender o remate.

Aos 60 minutos, o ritmo abrandou quando Weigl precisou de assistência. Um 'cabeça com cabeça' com Kouassi deixou o alemão a sangrar. Ainda assim, manteve-se em campo. Quem saiu pouco depois dessa pausa foi Rafa Silva, um dos mais irrequietos do ataque das águias. O Benfica adormeceu, novamente por conta de um erro da dupla Weigl-Otamendi. O Arouca subiu e em dois minutos ameaçou por duas vezes. Aos 80 minutos, Antony atirou literalmente ao boneco num lance que merecia maior cuidado.

Quando ninguém dava nada por um golo do Benfica, ele lá apareceu num último suspiro. Gonçalo Ramos atirou a contar para deixar as águias mais tranquilas nas frente do marcador, sabendo que a exibição da noite desta sexta-feira foi tudo menos boa. O Benfica arrancou os três pontos com muito suor a escorrer da testa e chega-se provisoriamente mais perto do Sporting. O Arouca deixa uma boa réplica frente a um grande e cria expectativas quando à manutenção.

Momento do jogo: O penálti de João Basso, muito mal batido, mas também defendido com mérito por Vlachodimos. O grego manteve o Benfica em jogo quando o Arouca ia dando grande trabalho. Mau para o Arouca, que ia criando e acreditando, excelente para as águias que se livraram do pior.

Pré-jogo

18h04: Do lado do Arouca, sentam-se no banco Zubas, Brunão, Altman, Pité, Or Dasa, Pedro Moreira, Eugeni, Antony e Tiago Esgaio.

18h03: O banco do Benfica tem Hélton Leite, Gilberto, Everton, Diogo Gonçalves, Pizzi, André Almeida, Taarabt, Gonçalo Ramos e Morato.

18h00: Na equipa de Armando Evangelista há duas novidades. David Simão faz a estreia absoluta, jogando na vez de Pedro Moreira, enquanto Adílio Santos faz o papel de André Silva, um dos suspensos do lados dos arouquenses.

17h59: Nélson Veríssimo mexeu em três peças em relação ao último onze usado. Vertonghen volta à titularidade para o lugar de Morato, Lázaro ocupa o espaço de Gilberto e Yaremchuk fica com o lugar de Seferovic, que não foi convocado para esta partida.

17h58: Boa tarde. Arouca e Benfica vão jogar nesta sexta-feira a partida inaugural da jornada 19 da I Liga.

Onzes iniciais

Arouca: Victor Braga; Thales, João Basso, Abdoulaye Ba, Quaresma; David Simão, Leandro, Kouassi; Arsénio, Adílio Santos, Bukia.

Benfica: Odysseas; Lázaro, Otamendi, Vertonghen, Grimaldo; Julian Weigl, João Mário, Paulo Bernardo; Darwin, Yaremchuk, Rafa Silva.

Antevisão

O Benfica vai jogar na casa do Arouca nesta sexta-feira, em jogo a contar para 19.ª jornada da I Liga. As águias, pressionadas pela necessidade de vencer, vão ser os primeiros do topo da tabela a entrar em campo neste ronda.

Os encarnados chegam a este jogo depois de um empate de 1-1 frente ao Moreirense no Estádio da Luz, ocupando agora a terceira posição da I Liga com 41 pontos. Do outro lado vai estar o Arouca com 14 pontos no penúltimo lugar da tabela e com uma série de maus resultados, com quatro derrotas nos últimos cinco jogos.

Do lado do Benfica, Everton regressa às contas de Nélson Veríssimo, enquanto o Arouca não poderá contar com os seu melhores marcadores Oday Dabbagh e André Silva, ambos por castigo.

O jogo, marcado para o Estádio Municipal de Arouca, está marcado para as 19h00 desta sexta-feira.

Leia Também: Arouca-Benfica: Águias tentam regressar às vitórias antes da Taça da Liga

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório