Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Capitão Almeida evitou a indesejada surpresa: Notas do Trofense-Benfica

Águias tiveram que ir ao prolongamento buscar o bilhete para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Capitão Almeida evitou a indesejada surpresa: Notas do Trofense-Benfica

Quem se deslocou à Trofa para assistir ao duelo entre Trofense e Benfica, registado na noite de sábado, dificilmente imaginaria que teria direito a 30 minutos extra de futebol. As águias tinham total favoritismo para este jogo da Taça de Portugal, mesmo com um onze com várias ausências de relevo, mas acabaram por ter de ir ao prolongamento buscar o bilhete que dá acesso à 4.ª eliminatória da prova rainha. O resultado (2-1) espelha bem aquele que foi o sofrimento do Benfica na Trofa. 

Após uma primeira parte com um nível exibicional pouco entusiasmante mas razoável, tudo ficou mais complicado nos segundos 45 minutos. O golo de Everton, no primeiro tempo, parece ter dado excesso de confiança aos comandados de Jorge Jesus e o Trofense, que assinou uma exibição muito competente, nunca desistiu do jogo e chegou ao empate (80') quando poucos já achariam possível.

Seguiu-se um inesperado prolongamento em que emergiu um também inesperado herói: André Almeida. Vamos aos protagonistas. 

A figura

André Almeida começou o jogo como central, fazendo tripla com Morato e Vertonghen, mas acabou a lateral... esquerdo. O capitão das águias foi a solução de recurso de Jorge Jesus para suplantar as lesões de Gil Dias e Valentino Lázaro e ainda marcou o golo que valeu o apuramento, numa finalização, refira-se, de grande classe. 

A desilusão 

Houve vários jogadores com exibições desapontantes, mas Adel Taarabt conseguiu 'borrar a pintura' na Trofa, ao ponto de ser prontamente substituído após uma asneira que colocou Elias na cara de Helton Leite. Bem sabemos que o médio marroquino tem recurso técnicos para dar e vender, mas as constantes más decisões e passes errados esgotam a paciência de qualquer treinador. Noite para esquecer para Adel mas que dificilmente sairá da memória de JJ. 

A surpresa 

Rodrigo foi uma autêntica muralha na baliza do Trofense, nomeadamente nos primeiros 45 minutos. O guardião brasileiro de 26 anos acumulou defesas importantes e foi protagonista de uma 'parada' incrível a fechar a primeira parte. No lance do primeiro golo até fica a sensação de que podia ter feito melhor, mas no segundo nada poderia fazer. Exibição positiva que justifica outros voos. 

Treinadores 

Rui Duarte 

Total mérito para a forma como conseguiu organizar o Trofense. Em termos defensivos a equipa da Trofa correspondeu positivamente e na segunda parte não deu espaço para grandes aventuras ofensivas dos encarnados. Acabou expulso após reclamar que André Almeida estava em fora de jogo no lance do golo que decidiu a eliminatória. 

Jorge Jesus

Quis, compreensivelmente, poupar alguns jogadores e dar minutos às segundas linhas dos titulares. Não resultou ao ponto de ter lançar três 'pesos pesados' (Weigl, João Mário e Yaremchuk) aos 60 minutos, tal era a desordem que pautava no meio-campo formado pelos desastrados Meite e Taarabt. Teve, ainda, de lidar com duas lesões na ala esquerda e adaptar André Almeida. 

O árbitro

António Nobre não teve uma noite fácil na Trofa. Houve alguns lances discutíveis na grande área do Trofense e não fica totalmente claro se André Almeida parte de posição legal no lance do golo. Para sua defesa, nesta fase da Taça de Portugal não há VAR. 

Leia Também: "Esperava dificuldades e esperava mais do Benfica"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório