Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

"O Benfica tem uma vontade muito forte de passar esta pré-eliminatória"

Jorge Jesus prometeu uma equipa com "muita ambição e confiança" diante do Spartak Moscovo.

"O Benfica tem uma vontade muito forte de passar esta pré-eliminatória"

Jorge Jesus anteviu, esta terça-feira, numa conferência de imprensa onde se sentou ao lado de João Mário, a partida com o Spartak Moscovo. O treinador do Benfica assumiu o desejo de chegar à Liga dos Campeões e abordou, ainda, a demissão de Luís Filipe Vieira e a rivalidade com Rui Vitória.

Jorge Jesus

Jogo da Luz terá adeptos: Claro que aquilo que mais ambicionamos é ter espectadores no estádio. O Benfica tem uma massa adepta especial, muito calorosa, e estamos desejosos de os ver no estádio a ajudar-nos a ganhar. É a isso que estamos habituados.

Carreira de Rui Vitória com mais sucesso: O Rui Vitória tem tido sucesso no clube onde eu tive. Teve também algum sucesso fora de Portugal. Espero, do fundo do coração, que tenha sucesso no Spartak e que seja campeão. Que ganhe todas as competições que possa haver na Rússia.

Gonçalo Ramos titular: O Yaremchuk ainda não faz parte da equipa. Procurámos um jogador com caraterísticas diferentes dos avançados que temos. Vamos contar com os jogadores que fizeram a pré-época. O Gonçalo, na pré-época, foi mais utilizado. É um menino que está a crescer muito. O Gonçalo e o Haris [Seferovic] estão mais adaptados à equipa, pelo que as minhas opções, como é natural, estarão ligadas aos jogadores que já conhecem a equipa.

Discurso inflamado com Rui Vitória: Já passaram seis anos. Quem se vai defrontar aqui são duas equipas, não são dois treinadores. Portanto, tenho o maior respeito pelos Spartak Moscovo como rival, assim como a sua equipa técnica. É uma equipa técnica portuguesa, que, tal como eu, andou por fora do país, e que espero que tenha o maior dos êxitos aqui na Rússia a partir dos dois jogos que vamos ter. A partir daí, que seja muito feliz.

Rui Vitória conhece bem o Benfica: Isso tem vantagens, como é óbvio, mas hoje, com a facilidade que temos em adquirir os jogos dos adversários, conseguimos adquirir um conhecimento que nos permite passar o que entendemos como estratégia para o jogo. No ano passado, tinha quatro ou cinco semanas de trabalho, agora tenho um ano e cinco semanas, é uma diferença muito grande em relação ao primeiro jogo do ano passado.

Saída de Luís Filipe Vieira: Foi uma surpresa para nós. Não que tenha influenciado alguma coisa na nossa forma de trabalhar ou no dia. A estrutura está bem montada. Na altura, pelo presidente, pelo vice-presidente e pelo treinador. Agora, será pelo atual presidente e o treinador. Partilhávamos os três as ideias diariamente e sabíamos perfeitamente qual era o caminho. Esse caminho, agora, está com a equipa. Não nos tem faltado nada. O caminho estava aberto. Neste momento, a única coisa que nos falta é ganhar amanhã.

Golos fora já não contam mais: Para mim, muda pouco. Quando jogávamos fora, havia sempre a 'obrigação' de fazer o golo, mas, no fundo, vai dar ao mesmo, porque para ganhar é preciso fazer golos. Esse princípio vai ser sempre golo, porque a ambição é vencer.

Jogar com três ou quatro centrais: Na pré-época, praticamente não trabalhámos com uma estrutura de três. Todo o conhecimento que a equipa tem é do ano passado, quando jogou numa estrutura de três, pelo que é importante manter a estrutura da pré-época.

Jogo para tirar as dúvidas quanto ao plantel: Tivemos uma pré-época com jogos sem esta responsabilidade. O nosso crescimentos será jogo após jogo. Este será o primeiro jogo 'a sério'. Queremos estar a um nível alto em função do que fizemos na pré-época. Temos muita confiança na equipa que temos, no trabalho que estamos a desenvolver. Temos capacidade para praticar um jogo ao nível do tempo que o Benfica tem de treino e de jogo nestas cinco semanas.

O que esperar do Benfica e do Spartak: Pode esperar-se da equipa do Benfica muita ambição, confiança e uma vontade muito forte de passar esta pré-eliminatória. É um adversário que tem as suas ambições, mas isso cabe aos responsáveis da equipa do Spartak.

João Mário

Rui Vitória diz que o Benfica está sob pressão: A questão do favoritismo é muito simples, temos que demonstrá-lo dentro de campo. Percebo as palavras do treinador do Spartak. Conhecemos a pressão que existe no Benfica, não a vamos esconder. Este clube merece e quer estar na Liga dos Campeões, o que só por si já é uma pressão. O grupo é muito experiente, temos vários jogadores como Otamendi, Vertonghen ou Pizzi, que têm muita experiência, o que dá tranquilidade à equipa. Queremos fazer um bom jogo amanhã. Numa eliminatória Champions, com duas equipas de qualidade, é 50/50 e cabe-nos demonstrar que queremos mais estar na Champions do que o Spartak.

O que pode acrescentar ao Benfica: É de conhecimento geral o meu passado. Toda a gente sabe que representei o Sporting muitos anos e conhece a minha história em Portugal. Assinei um contrato longo com o Benfica, espero tornar-me uma referência neste clube. Estou muito orgulhoso pela aposta que o clube fez em mim. Agora, cabe-me trabalhar e corresponder às expetativas. O mister conhece-me bem. Cabe-me estar preparado para todos os desafios. Sei a exigência que há num clube como o Benfica.

Abordagem ao jogo: Acima de tudo, o facto de ter acabado a questão dos golos fora faz com que queiramos ganhar o jogo. Não nos preocupamos tanto em marcar. Conhecemos bem o adversário, preparámo-nos bem e a equipa está em crescimento. Temos que encarar esta eliminatória como sendo a primeira parte do jogo, e vencer.

Nervoso miudinho na Europa: A ansiedade faz parte, mas, com a idade, aprender a lidar da melhor maneira. Já tenho alguma experiência, já joguei nalguns países. Foram sempre experiências enriquecedoras, por isso consigo lidar melhor com a pressão. Para mim, já não é um problema.

De regresso a Moscovo: A expetativa é enorme. Queremos muito entrar bem no primeiro jogo oficial. Conhecemos bem o adversário, preparámo-nos muito bem na pré-época. Para mim, é um prazer voltar à Rússia, onde fui muito feliz. Gostei muito da minha estadia cá, mas agora importa é começar com o pé direito no meu primeiro jogo oficial pelo Benfica.

Antevisão

O Benfica dá, esta quarta-feira, o 'tiro de partida' para a temporada 2021/22, com a visita ao Spartak Moscovo, equipa orientada pelo treinador português Rui Vitória.

Antes disso, esta terça-feira, Jorge Jesus e um jogador irão passar pela sala de imprensa da Otkrytie Arena, na Rússia, onde irão fazer a habitual antevisão ao encontro da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Fique com o Desporto ao Minuto e acompanhe, a partir das 15h00 (hora de Portugal Continental), a conferência de imprensa dos encarnados.

Leia Também: Benfica inicia corrida aos milhões na Rússia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório