Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

"Regresso dos adeptos é um passo contra a marginalização do futebol"

Azuis e brancos esclareceram o processo de venda de bilhetes para o jogo com a Belenenses SAD.

"Regresso dos adeptos é um passo contra a marginalização do futebol"

O FC Porto emitiu, esta sexta-feira, um comunicado nas plataformas oficiais no qual dá algumas indicações sobre o processo de venda de bilhetes para o jogo com a Belenenses SAD, da jornada inaugural da I Liga.

Aproveitando ao anúncio, os azuis e brancos deixaram algumas críticas por este regresso tardio dos adeptos aos estádios.

"A espera foi longa e deixou um enorme vazio no coração do FC Porto. A 7 de março de 2020 o Estádio do Dragão acolhia adeptos pela última vez numa jornada do campeonato. No final de um encontro de boas e más memórias - por ter sido o último antes do início das restrições impostas pela fatídica pandemia e por ter acabado empatado -, as luzes da casa portista apagavam-se. Completamente alheias ao que estava para vir", sublinham os dragões.

"Nos largos meses que se seguiram, a Nação Porto sofreu, apoiou e festejou. Sempre à distância. Com exceção dos cerca de 2.500 privilegiados que tiveram a oportunidade de assistir ao “evento-teste” diante do Olympiacos, mais nenhum adepto do FC Porto pôde ver com os próprios olhos as camisolas azuis e brancas subirem ao relvado. Nem puxar de perto pelos craques que envergam o brasão abençoado. Ou, simplesmente, gritar golo numa bancada. Tudo coisas que faziam parte da rotina dos portistas e que acabaram por lhes serem retiradas à força por culpa da covid-19", acrescenta o clube da cidade Invicta, antes de falar do que considera ser um "passo contra a marginalização do futebol".

"Mas parece que tudo isso terminou. Vem aí o primeiro dia do resto da vida de todos os portistas. As medidas anunciadas pelo Governo são um pequeno, mas grande, passo contra marginalização do futebol que dura há uma eternidade. Praticamente 17 meses depois, o Estádio do Dragão pode, por fim, voltar a acolher adeptos e reabre portas para a primeira ronda da Liga - com 33% da lotação - no próximo dia 8 de agosto", sustenta o FC Porto.

"O FC Porto tem vindo a defender afincadamente o retorno do público aos estádios. O compromisso assumido pelo clube pretende assegurar a todos os presentes o estrito cumprimento das condições de segurança para que possam desfrutar de um momento tão importante como este sem qualquer sobressalto", termina o comunicado, com os dragões a informarem ainda que "enquanto estiverem em vigor limitações impeditivas de um total regresso à normalidade, o FC Porto não dará início ao processo de compra e venda de Lugares Anuais."

Leia Também: Tiago Pinto descarta contratação de Luis Díaz: "Não tem fundamento"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório