Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

"Rui Costa não tem condições para ser presidente do Benfica"

Antigo candidato à presidência do Benfica assumiu que esperava que Luís Filipe Vieira renunciasse ao cargo de presidente do clube da Luz.

"Rui Costa não tem condições para ser presidente do Benfica"

João Noronha Lopes, candidato derrotado nas últimas eleições do Benfica, concedeu esta sexta-feira uma entrevista à TVI, na qual analisou a atualidade do clube da Luz, nomeadamente a detenção de Luís Filipe Vieira.

O empresário assumiu que esperava que Vieira renunciasse ao cargo de presidente do clube da Luz, e sublinhou ainda que Rui Costa, o novo líder dos encarnados, não tem capacidade para ser presidente do Benfica.

"Vivemos o momento mais negro da história. É chocante que depois de Vale e Azevedo estejamos a passar por uma fase destas. Foi com orgulho que participei na Direção de Vilarinho. Não é altura de fações, estamos todos unidos na dor e indignação. Deve haver sentido de responsabilidade e esperança no futuro", começou por dizer Noronha Lopes.

"As condições à volta do clube são de grande gravidade. O que já se sabe do processo já devia ter levado Vieira a renunciar ao cargo. Acho escasso, esperava mais, esperava essa renúncia", acrescentou.

O antigo candidato à presidência do Benfica falou ainda da nomeação de Rui Costa para o cargo de presidente do clube da Luz.

"É o momento mais negro da história, temos de estar unidos na exigência para o Benfica e para os nossos dirigentes. O fim de Vieira é o fim de um ciclo e portanto a mudança no Benfica tem de ir muito para além dos arguidos deste processo. Na minha opinião, Rui Costa não tem condições para ser presidente do Benfica. Em primeiro lugar, e isto já foi referido pelo professor Rui Pereira, presidente da mesa da Assembleia Geral e que saiu em litígio com o clube, não há legitimidade moral nem ética de Rui costa ou de qualquer outro membro da direção para assumir o cargo do Benfica num regime que é essencialmente presidencialista. As pessoas votaram num presidente e portanto…", atirou.

"Este ciclo de Vieira têm várias pessoas presentes agora e não devem iniciar este ciclo desta forma. Devem ir a eleições e serem sufragados. Temos duas situações: situação corrente do clube e a mais duradoura. Espera-se que no curto prazo o clube seja gerido de modo responsável. Não se pode sair no meio do empréstimo obrigacionista e a nova época deve ser preparada. Tudo deve ser assegurado agora, a formação, a época de futebol e as modalidades. Naturalmente, as sociedades têm de ser geridas no imediato. É importante que o empréstimo corra bem e que sejam dadas garantias de estabilidade a investidores e aos funcionários do clube", concluiu.

Leia Também: "O meu foco e o meu lema será sempre ganhar"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório