Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

"CRB teve duas oportunidades e marcou uma, nós tivemos 34 e não marcámos"

Abel Ferreira lamenta falta de eficácia da sua equipa.

"CRB teve duas oportunidades e marcou uma, nós tivemos 34 e não marcámos"

Abel Ferreira considerou na noite de quarta-feira uma "desilusão" a eliminação do Palmeiras na terceira eliminatória da Taça do Brasil, aos pés do secundário CRB.

O treinador português lamentou falta de eficácia da sua equipa, e considerou mesmo que o Palmeiras podia passar o dia todo em campo sem marcar qualquer golo.

"Não tivemos a eficácia que deveríamos ter nas 35 oportunidades de golo que tivemos. Pelo menos quatro delas flagrantes, até em cima da linha de golo. Futebol resume-se a isso", começou por dizer o técnico, citado pela imprensa brasileira.

"É uma desilusão para todos, para o treinador, jogadores, direção e adeptos, que sofrem tanto quanto nós. Era um objetivo que queríamos, mas agora não temos mais a possibilidade de lutar. Criámos oportunidades contra uma equipa que se defendeu bem, criou duas oportunidades e fez um golo. O maior objetivo é fazer golos e hoje não tivemos o engenho e a capacidade de superar o adversário nas oportunidades que criámos", acrescentou.

"A equipe criou oportunidade para fazer golos e por A e por B, poderíamos estar aqui o dia todo, nem nos penáltis, poderíamos estar aqui o dia todo que não iríamos fazer golos. Muitos dos remates dentro da área pararam na perna ou corpo de algum adversário, que se defendeu com tudo e acabou por nos vencer nos penáltis. Lutou, ganhou com competência e felicidade", atirou  ainda Abel Ferreira, que considerou existir uma maior pressão face aos resultados negativos do conjunto de São Paulo.

"A pressão em quem joga no Palmeiras é diária, jogamos sempre para ganhar, e quando não ganhamos estamos sempre pressionados. Temos dois dias para recuperar, um jogo bom em casa para dar uma boa resposta já no sábado (contra o Corinthians). Vamos ter menos jogos, é o que vai acontecer. Era uma competição que queríamos voltar a estar na final, queríamos ganhar de novo, mas estamos fora, temos de assumir e é isto que tenho a dizer", sublinhou.

"Hoje nos faltou o objetivo mais importante do futebol: o golo. Isto que faz a diferença entre ganhar e perder. Fica bem evidente que o futebol não é estatística, o que conta é a capacidade de colocar a bola dentro da baliza. Temos de assumir, é normal que hoje a amanhã os jogadores tenham algumas dúvidas, mas estes mesmos jogadores, esta mesma equipa técnica, vamos fazer uma reflexão para voltarmos mais fortes. O que não nos mata deixa-nos mais fortes. Espero no próximo jogo uma resposta positiva, de uma equipa que ganhou e quer continuar a ganhar", concluiu.

Leia Também: Detentor do título Palmeiras eliminado da Taça pelo 'secundário' CRB

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório