Meteorologia

  • 28 JULHO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 29º

Edição

6 dias para o Euro: Espanha de ouro já lá vai. Agora reina a indefinição

Uma Espanha em transformação, onde não recai favoritismo para a conquista do galardão europeu, mas... não deixa de ser a seleção que entre 2008 e 2012 dominou o futebol à escala mundial.

6 dias para o Euro: Espanha de ouro já lá vai. Agora reina a indefinição

Iker Casillas, Sergio Rmos Puyol, Xavi, Iniesta, David Villa ou Fernando Torres já são figuras do passado. Figuras  que ajudaram a construir a mais bela Espanha da história e que a empurraram para a conquista de dois títulos europeus e um Mundial entre 2008 e 2012, para agora ser tempo de virar a página e fazer renascer novas figuras.

Uma seleção que está em 'obras' e em transformação. Uma Espanha que pode ter um futuro brilhante, mas com um presente indefinido.

A Espanha de Luis Enrique que se apresenta de escudo e alma neste certame desportivo, mas sem pretensões de o ganhar. Com Suécia, Polónia e Eslováquia a completarem este grupo, nuestros hermanos dão o pontapé de saída nesta competição no dia 14, diante da congénere nórdica, no estádio de La Cartuja, em Sevilla.

Figura

Numa seleção onde pontificam apenas seis jogadores dos que estiveram no Mundial de 2018, na Rússia, Sergio Busquets, e após a ausência de Sergio Ramos, assume agora a batuta de uma Roja com poucos vestígios do passado. Com 122 internacionalizações na seleção espanhola, o médio de 32 anos voltou a ter uma época de alta voltagem em que foi aposta de Ronald Koeman por 50 ocasiões.

Joker

Tem apenas 21 anos, mas é pura filigrana. Ferran Torres, atualmente ao serviço do Manchester City, promete ser um dos avançados da década. Com 13 golos apontados, em 34 efetuados, na presente época, Luis Enrique pode ter em Ferran a solução para desmanchar muitos marcadores neste Europeu. 

Sistema tático 

A seleção de Luis Enrique caracteriza-se por fazer uma pressão intensa, sempre na vertical, defendendo quase sempre com um bloco mais avançado. 

Se a equipe ataca num 4-3-3 ou num 3-4-3, defensivamente manterá a mesma estrutura nos momentos em que estiver com o bloco mais avançado, tentando igualar a equipa rival em posse. Assim, os alas saltam para a pressão sobre os centrais e o avançado centro sobre o pivot defensivo, sendo a primeira referência no vértice da grande área.

Convocados

Guarda-redes: Unai Simón, David de Gea, Robert Sáchez

Defesas: José Gaya, Jordi Alba, Pau Torres, Aymeric Laporte, Eric García, Diego Llorente, César Azpilicueta, Marcos Llorente

 Médios: Busquets, Rodri, Pedri, Thiago, Koke, Fabián.

Avançados: Dani Olmo, Oyarzabal, Morata, Gerard Moreno, Ferran Torres, Adama Traoré e Sarabia. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório