Meteorologia

  • 07 MAIO 2021
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 24º

Edição

Marega resolve e dragão já vê o líder: As notas do FC Porto-Vitória SC

Internacional maliano voltou aos golos, e foi figura-chave na vitória pela margem mínima diante de uma formação vimaranense que praticamente não importunou a baliza adversária.

Marega resolve e dragão já vê o líder: As notas do FC Porto-Vitória SC

Coube a Moussa Marega assumir a missão de dar os três pontos ao FC Porto na vitória da última noite diante do Vitória SC. Os dragões fizeram de tudo para marcar mais do que um golo, mas a verdade é que foi preciso apenas um remate certeiro para que o Sporting começasse a ver o atual campeão em título através do retrovisor.

A vitória, ainda que pela margem mínima, permitiu ao FC Porto colocar-se a apenas a quatro pontos de alcançar o primeiro lugar, isto na jornada anterior a uma deslocação difícil do Sporting a casa do Sporting de Braga.

Uma derrota na Pedreira, e consequente vitória dos portistas, deixará os azuis e brancos a apenas um ponto da liderança, isto quando os leões ainda têm também pela frente o dérbi com o Benfica, mas também os portistas jogarão com os encarnados. Vale a pena recordar que, em caso de empate, o FC Porto está em vantagem sobre o Sporting por culpa dos dois golos marcados em Alvalade no Clássico da primeira volta do campeonato.

Mas futurologia à parte, centremo-nos no presente e, mais precisamente, naquilo que aconteceu na noite desta quinta-feira no estádio do Dragão. Marega, como já se disse, foi o autor do único golo do encontro, que marcou o quarto jogo seguido dos azuis e brancos sem sofrer golos, igualando assim o melhor registo da temporada, mas também a quarta partida seguida dos vigentes campeões em título a ganhar, o melhor registo de 2021. Nesta sequência, os dragões não sofreram qualquer golo e marcaram em cinco ocasiões.

Do lado negativo, de destacar que o Vitória SC, que poderia ter diminuído a distância para o Paços de Ferreira, terminou o encontro apenas com um remate à baliza defendida por Agustín Marchesín. Os vimaranenses passaram 90 minutos sem praticamente importunar as redes adversárias.

Mas vamos às notas do encontro:

Figura:

Exibição imperial do capitão Pepe do primeiro ao último minuto. Esteve irrepreensível quer nos cortes pelo chão, quer nas batalhas aéreas. Anulou por completo Estupiñán, uma das referências ofensivas dos vimaranenses. Aos 38 anos mostra estar aí para as curvas.

Supresa:

Se o Vitória SC saiu do Dragão com apenas um golo sofrido muito pode agradecer a Bruno Varela. Quando não estava lá o jovem André Amaro para contar os lances, outra das revelações do encontro, estava lá o guarda-redes luso que com um par de boas defesas, com destaque para manchas a remates de Marega e Taremi, foi adiando o segundo golo dos azuis e brancos e permitiu que os minhotos se mantivessem na discussão pelo resultado até final.

Desilusão:

Noite para esquecer de Mumin. Cometeu um erro crasso no lance que deu origem ao único golo do encontro marcado por Marega, e, para além disso, foi somando uma série de más decisões que acabariam por ser resolvidas pelos companheiros de equipa.

Treinadores:

Sérgio Conceição: Os azuis e brancos passaram 45 minutos sem criar grandes oportunidades de golo, mas bastou apenas um erro do adversário para marcar o golo da vitória. Após o remate certeiro de Marega, a equipa mostrou-se quase sempre eficaz à procura do segundo golo, mas quando chegava a hora de finalizar ora Varela defendia, ora os jogadores portistas atiravam ao lado. Ainda assim, de destacar que a equipa nunca desistiu de procurar o golo da tranquilidade, nunca descurando o lado defensivo onde Pepe, Mbemba e Marchesín estiveram a um nível superior.

Bino Maçães: A sua equipa até entrou bem, provocando dois calafrios seguidos à defesa do FC Porto, mas desde aí que desapareceu até efetuar aos 73 minutos o único remate à baliza, representando bem aquilo que os minhotos pouco fizeram na questão ofensiva. A consistência defensiva não chega se a equipa não criar oportunidades de golo, como aconteceu.

Arbitragem:

Boa arbitragem da equipa liderada por Tiago Martins. Foi sempre sereno e muito assertivo nas decisões. Ainda assim, terá sido um pouco conservador no que toca aos tempos de compensação. No primeiro tempo não deu nenhum minuto adicional quando se até justificava, e na etapa complementar podia ter dado mais do que três minutos dadas as inúmeras substituições que foram feitas. Contudo, foi uma boa arbitragem do juiz lisboeta.

Leia Também: Triunfo magro no Dragão deixa FC Porto a quatro pontos do Sporting

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório