Meteorologia

  • 06 MAIO 2021
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

'Pesadelo': Miguel Oliveira volta a cair e termina GP de Portugal em 16.º

Piloto português sofreu infortúnio logo na sexta volta e ainda regressou à pista, mas nunca conseguiu recuperar o ritmo.

'Pesadelo': Miguel Oliveira volta a cair e termina GP de Portugal em 16.º

Do 'sonho' ao 'pesadelo'. Depois de ter feito história ao conquistar, na passada temporada, o Grande Prémio de Portugal em MotoGP, Miguel Oliveira acabou por viver um fim de semana, verdadeiramente, para esquecer no Autódromo Internacional do Algarve.

O piloto da 'casa' arrancou a partir da quarta linha da grelha de partida, após sofrer uma queda durante a fase de qualificação, mas acabou por não conseguir fazer muito melhor durante a corrida propriamente dita, no traçado de Portimão.

O almadense voltou a perder o controlo da mota, desta feita logo na sexta volta, quando abordava a curva 14 a perto de 100 km/h. Ainda assim, não desistiu e regressou à pista, tendo terminado na última posição entre os pilotos que chegaram ao fim.

O Falcão falhou, assim, os pontos. No entanto, não foi o único a passar as 'passas do Algarve' em Portimão, uma vez que, além dele, também Johann Zarco, Álex Rins, Valentino Rossi e Jack Miller caíram, mas viram-se obrigados a desistir.

Quanto à vitória, acabou por sorrir a Fabio Quartararo, que terminou à frente de Francesco Bagnaia e Joan Mir, repetindo, assim, o feito que já tinha alcançado no circuito de Doha.

Leia Também: Para esquecer: Miguel Oliveira caiu na sexta volta do GP de Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório