Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Mais duas pessoas investigadas pela morte de Maradona. São já sete

Nancy Forlini e Mariano Perroni juntam-se a Leopoldo Luque, Agustina Cosachov, Carlos Daniel Díaz, Dahiana Gisela Madrid e Ricardo Omar Almirón.

Mais duas pessoas investigadas pela morte de Maradona. São já sete

A justiça argentina acrescentou, esta terça-feira, dois nomes à lista de pessoas investigadas por ligação à morte de Diego Armando Maradona, antigo jogador que não resistiu a uma paragem cardiorrespiratória no passado dia 25 de novembro de 2020.

De acordo com a estação televisiva TyC Sports, Nancy Forlini, médica que coordenava o internamento domiciliário de El Pibe, e Mariano Perroni, coordenador dos enfermeiros contratados pela empresa Medidom, já foram notificados de que são suspeitos de estarem ligados a um alegado homicídio negligente.

Os dois elementos, que faziam parte do grupo de WhatsApp de onde foram retiradas mensagens comprometedoras relativamente à forma como o antigo internacional argentino estava a ser tratado, irão depor no tribunal de San Isidro já na próxima quinta-feira.

Nancy Forlini e Mariano Perroni juntam-se, assim, ao neurocirurgião Leopoldo Luque, à psiquiatra Agustina Cosachov, ao psicólogo Carlos Daniel Díaz, e aos enfermeiros Dahiana Gisela Madrid e Ricardo Omar Almirón na lista de imputados nesta investigação.

Leia Também: Reveladas novas mensagens que reconstroem os últimos dias de Maradona

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório