Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Dragões a um triunfo de igualar recorde na Taça: Notas do Fabril-FC Porto

O FC Porto está invicto há 15 jogos na Taça de Portugal e apenas a uma partida de igualar o recorde de jogos sem perder nesta competição.

Dragões a um triunfo de igualar recorde na Taça: Notas do Fabril-FC Porto

O FC Porto venceu, neste sábado, o Fabril, por 2-0, no estádio Alfredo da Silva, num duelo relativo à terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Os dragões estão invictos há 15 jogos na prova rainha do futebol português e apenas a uma partida de igualar o recorde de jogos sem perder nesta competição.

No Barreiro, os pupilos de Sérgio Conceição venceram com golos de dois reforços - Toni Martínez e Taremi -, mantendo a baliza de Diogo Costa em branco.

Os dragões há 10 anos que não sofrem golos de equipas do terceiro escalão na Taça de Portugal e Pedro Tiba, pelo Limianos, atualmente no Lech Poznan, foi o último jogador a conseguir arrombar a baliza azul e branca.

Um jogo que também ficou marcado pela estreia a marcar de Toni Martínez, sendo também o segundo encontro consecutivo a facturar por parte de Taremi. Destaque ainda para Felipe Anderson que operou a quarta assistência nesta temporada, a primeira desde que chegou à Invicta.

Confira agora os destaques deste Fabril-FC Porto: 

Figura do jogo: Toni Martínez estreou-se a marcar com a camisola dos dragões e logo através de um remate acrobático. À margem desta finalização foi um cabo das tormentas para a baliza de João Marreiros. Pelo que jogou e fez jogar certamente merecia até que o seu nome tivesse sido escrito no marcador por mais do que uma ocasião.

Surpresa do jogo: Taremi fechou o marcador no estádio Alfredo da Silva e confirmou o excelente momento em que se encontra. Marcou pelo segundo jogo consecutivo e provou que é uma carta válida para os duelos de maior envergadura nos dragões nas próximas semanas.

Desilusão: Evanilson foi o único avançado azul e branco que não teve oportunidade de faturar no Barreiro e não se deveu por falta de ocasiões. Imperdoável como, aos 83 minutos, com a baliza deserta fez o mais difícil... falhar um golo cantado.

João Miguel Parreira: Se a equipa mostrou pouco músculo no último terço do terreno, não se pode tirar mérito ao desenho táctico montado pelo treinador do Fabril que ainda aguentou que a sua equipa se mantivesse em branco durante 45 minutos. João Miguel Parreira não sai contente da Taça, mas de cabeça erguida.

Sérgio Conceição: Saiu do Barreiro de missão cumprida. A passagem à quarta eliminatória foi garantida e, mais do que isso, confirmou que alguns reforços são efetivamente reforços. Dia de rodar a equipa e rotações que renderam muitos 'pontos positivos' para o calendário apertado que se avizinha. 

Árbitro da partida: João Bento teve uma arbitragem sem 'espinhas'. Sem lances de maior complicação foi um juiz sóbrio e terminou o encontro sem qualquer erro de maior a apontar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório