Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

"Queremos chegar ao fim desta Liga Europa e poder estar em Gdansk"

Treinador do Benfica fez a antevisão ao encontro com o Lech Poznan.

"Queremos chegar ao fim desta Liga Europa e poder estar em Gdansk"

Jorge Jesus e Gabriel fizeram, esta quarta-feira, a conferência de imprensa de antevisão ao encontro entre Lech Poznan e Benfica, que marca o arranque da fase de grupos da Liga Europa para o clube da Luz,

A antevisão ficou marcada por algumas palavras para André Almeida, que se lesionou com gravidade no encontro do fim de semana com o Rio Ave, mas também pela ambição demonstrada por Jorge Jesus que pretende chegar à final da Liga Europa.

Fique com as principais declarações do técnico e de Gabriel:

Termina de falar Jorge Jesus.

Mudanças na equipa: O facto de termos sete ou oito jogos em poucos dias não tem nada a ver com uma mudança do jogo com o Rio Ave para o jogo de amanhã. Ainda não entrou nesse processo de fadiga acumulada. As alterações que possa fazer não tem nada a ver com estar ou não fatigado.

Adversário sem medo do Benfica: É normal o adversário pensar assim. Não há nenhuma equipa do mundo que meta medo seja a quem for e o Benfica também não vai meter medo. O Benfica vai tentar esgrimir amanhã com um adversário que tem uma ideia de jogo interessante e é desse ponto de vista que o treinador adversário falou que não irá mudar as suas ideias. Quando se é corente não se muda de ideias.

André Almeida e alternativas: O André Almeida não é só um jogador que tem muito anos de Benfica, mas é um dos capitães de equipa. Tem umas características especiais- Pode não parecer um jogador virtuoso, mas tem muita qualidade taticamente. Gosto muito de ter jogadores na minha equipa com as caracterísicas do André e não é por acaso que ele está no Benfica. Ele tem vindo a crescer. Era muito mais jogador quando eu sai do Benfica, e  é uma perda significativa. Tem de jogar outro jogador na posição e amanhã deverá jogar o Gilberto, se não acontecer nada de especial.

O que espera do adversário: O Benfica vai tentar assumir o jogo jogando onde jogar porque isso faz parte de uma ideia de jogo da equipa, mas pode não conseguir porque o adversário não deixa. Quanto ao adversário, a partir do momento em que calhou no nosso grupo começámos a estudá-la. O Pedro Tiba, que é um jogador que conheço muito bem, ele é um dos melhores jogadores desta equipa. Vamos tentar que ele não seja o jogador que é e tenha a influencia que tem no jogo. Vamos jogar com um adversário que nos vai arranjar alguns problemas, mas também temos de nos preparar para isso. O que importa é que no fim do jogo a vitória seja do Benfica.

Favoritismo: Favoritos? Aceito isso. O passado do Benfica assim o diz. Reconhecer esse favoritismo é sinal de valorização do Benfica, mas isso não diz que o Benfica antes de começar a jogar tem mais capacidades do que o adversário. São duas coisas distintas. Uma coisa é o jogo e outra é a história e por essa história o Benfica tem de ser favorito. Temos de demonstrar amanhã que somos melhores e favoritos. 

Jogo: O Benfica é sempre uma motivação extra para qualquer equipa pela história, e passado mais concretamente nesta competição assim o diz. Queremos chegar ao fim desta Liga Europa e poder estar em Gdansk (local da final). Esse é um objetivo, mas um de cada vez. O primeiro é passar esta fase de grupos e o jogo de amanhã visa esse pensamento. Começar bem é começar com uma vitória.

Começa a falar Jorge Jesus:

Nome em destaque no meio campo adversário: Os dois nomes que mais destacam são o número 10 Ramírez e o Pedro Tiba. Estamos atentos a eles.

O que melhorou com Jesus: Costumo fazer carrinhos. Sinto-me bem a ajudar a equipa seja de que forma for. Sito-me bem neste início de temporada e espero dar continuidade a isso.

Confortável no novo papel: Sim, já joguei antes assim na minha carreira. Foi só preciso um tempo para me adaptar às ideias do mister. Acredito que estou a fazer o meu melhor.

Pedro Tiba: Ele conhece melhor o Benfica porque já jogou contra eles e ser português. Acredito que isso os pode ajudar, mas hoje em dia todos conhecem todos os clubes.

Lech: São bem fortes em casa e que têm um jogo posicional que é o seu forte. Vamos fazer um máximo para travar esse jogo e fazer o nosso melhor.

Começa a falar Gabriel:

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório