Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 24º

Raio-X aos reforços e jovens encarnados: Atenção a Pedrinho

Benfica venceu esta quarta-feira o Sp. Braga no estádio da Luz, por 2-1, num jogo particular e de preparação para a época 2020/21.

Raio-X aos reforços e jovens encarnados: Atenção a Pedrinho
Notícias ao Minuto

07:18 - 03/09/20 por Ruben Valente

Desporto Benfica

Dizem que os resultados de pré-temporada pouco importam. Contudo, uma vitória é sempre uma vitória e é moralizadora para uma equipa que ainda não conhece outro resultado nesta pré-época.

O Benfica voltou a vencer esta quarta-feira, desta feita o Sp. Braga (2-1), talvez no teste mais difícil que teve até aqui. A equipa de Jorge Jesus entrou muito forte e foi perdendo gás, à medida que os arsenalistas foram crescendo.

Tornou-se num jogo equilibrado, ambas as equipas marcaram e o Benfica contou com a 'estrelinha' no final com um golo já no último minuto, após um erro da defensiva do Sp. Braga.

Que avaliação é, então, feita dos novos reforços e dos miúdos oriundos do Seixal? Fique com a análise do Desporto ao Minuto.

Gilberto: Melhor a atacar do que a defender. Vários erros individuais que não podem acontecer num jogo a contar. Bons pormenores ofensivos, rápido, mas várias desatenções tiraram-lhe o brilho que poderia ter tido.

Everton: É craque, disso não há dúvida. O toque de bola de Everton não engana, apesar de não ter feito uma exibição estrondosa. Bons pormenores, facilidade de remate, excelente condução em posse, mas algumas perdas de bola retiraram-lhe confiança. Falta-lhe um pouco de agressividade, algo latente no lance do golo do Sp. Braga.

Ferro: Poderia ter aproveitado a ausência de Rúben Dias e Jan Vertonghen para demonstrar que é um jogador que pode lutar pela titularidade. Não foi um poço de insegurança, mas também não teve perto do central de fino recorte que já mostrou que é capaz de ser. Mostrou várias debilidades posicionais, à imagem da época passada e, neste momento, pode dizer-se que Ferro parece um jogador com pouca confiança, o que acaba por ser refletir dentro de campo.

Nuno Tavares: O jovem lateral mostra esforço, disso ninguém o pode acusar. No entanto, defensivamente mostra algumas lacunas. Ofensivamente esteve a um nível razoável, apesar de que ainda está longe de poder discutir com um Grimaldo em forma.

Pedrinho: Entrou no decorrer da segunda parte e atuou sobre o flanco direito. Não jogava há meses e isso aumentou ainda mais a sua boa estreia no estádio da Luz. Excelentes pormenores do ex-Corinthians, que até podia ter marcado num remate acrobático. Joga de cabeça levantada, mostra qualidade técnica e esteve em várias jogadas onde deixou água na boca… Tem condições para vir a ser um bom reforço.

João Ferreira: Substituiu Gilberto no lado direito da defesa, mas não esteve em grande evidência. Não comprometeu.

Diogo Gonçalves: Entrou com vontade de mostrar serviço para o lugar de Everton. Diogo Gonçalves, que jogou no lado esquerdo do ataque, mostrou maturidade em campo, desequilibrou a defesa bracarense em várias ocasiões, cruzou com conta peso e medida, e deu mostras de se poder tornar um jogador bastante útil durante a temporada.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório