Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2020
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 24º

Edição

"Futebol brasileiro não começou depois de Jesus chegar ao Brasil"

Treinador do Palmeiras disse que trabalho de Jorge Jesus no Flamengo foi bom.

"Futebol brasileiro não começou depois de Jesus chegar ao Brasil"
Notícias ao Minuto

23:16 - 10/08/20 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Vanderlei Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo voltou a abordar o tema Jorge Jesus, isto depois do no sábado passado ter minimizado os feitos de Jorge Jesus no Flamengo quando disse "temos de mudar agora por que o Jesus veio aqui e ganhou uma Libertadores?"

Numa conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, o técnico do Palmeiras afirmou que não criticou o trabalho do companheiro de profissão, salientando que o futebol brasileiro tem história anterior a chegada do treinador português.

"Se pegar todo o contexto, extraíram só o Jesus. Em momento algum denegri o trabalho do Jesus, antes pelo contrário. Ele fez um grande trabalho no Flamengo, montou uma grande equipa, trabalho fantástico, ganhou campeonatos com merecimento. Mas o que eu disse foi que o futebol brasileiro não começou depois de Jorge Jesus chegar ao Brasil. Temos história com treinadores estrangeiros, como o Filpo Núñez, Béla Guttmann ou Fleitas Solich", atirou Vanderlei Luxemburgo.

"Outros treinadores estrangeiros estiveram no Brasil e fizeram grande trabalho. O que quis dizer é que nós, brasileiros, temos que estudar, melhorar conhecimentos, foi bom o Jesus vir para cá, para olharmos a maneira que ele trabalha, mas existe uma coisa que é meu pensamento e de outros grandes treinadores, que temos uma característica de jogar", acrescentou.

O treinador brasileiro apontou ainda que a diferença entre o futebol no Brasil e na Europa é que os europeus "sempre jogaram taticamente, com velocidade diferente" e que "cada país joga de uma maneira".

"Ele conseguiu encaixar no Flamengo jogadores que se encaixaram dentro de uma qualidade, e conseguiu montar uma equipa daquela forma. Mas foi a primeira vez que aconteceu isso no Brasil? Não existiram outras equipas que jogaram dessa forma?", questionou.

"Jesus foi fantástico, todos ficaram maravilhados .Eu também também, surpreendeu todo mundo. O que precisamos é de evoluir, sim, mas dentro da essência do futebol brasileiro. Aprimorar, mas manter a essência do futebol brasileiro. Nós ganhamos com a nossa essência, não dos europeus. Essa discussão dos estrangeiros, eles podem e devem vir para cá, ninguém tem inveja, podemos aprender, como eles aprendem com a gente. Não tenho nada contra Jorge Jesus ou não reconhecer o seu trabalho. Temos é de discutir o futebol brasileiro com a sua essência", finalizou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório