Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

"Medo? Não temos medo nenhum e a situação está ultrapassada"

Treinador do Benfica garante que o ataque ao autocarro já está ultrapassado e que os jogadores estão unidos para vencer o jogo em Portimão.

"Medo? Não temos medo nenhum e a situação está ultrapassada"

Bruno Lage, treinador do Benfica, fez esta terça-feira a antevisão ao encontro da 26.ª jornada da I Liga frente ao Portimonense.

Numa conferência de imprensa em que não faltaram perguntas sobre os acontecimentos da última semana, o treinador garantiu que o ataque ao autocarro, que deixou Weigl e Zivkovic feridos, já está ultrapassado e que os jogadores estão focado e unidos para vencer em Portimão. Sobre a conversa de Luís Filipe Vieira com os jogadores após o empate com o Tondela, o técnico disse que o presidente tem a autoridade de falar com os atletas quando quiser.

Confira as declarações do treinador Bruno Lage.

Pouca dinâmica: A dinâmica quer dizer muita coisa. Pode ser a dinâmica e as movimentações entre os jogadores da frente, a dinâmica entre a ocupação de espaços e saber aguentar os espaços para quando saímos de uma situação para a outra a bola entrar nesse espaço, a dinâmica na circulação da bola para quando atraímos o adversário a um lado a bola entrar num espaço mais ofensivo e sermos agressivos para retirarmos jogadores do caminho. Essa dinâmica vem com a prática. A minha preocupação é sempre essa. A nossa dinâmica de equipa B era ser ofensivo e na procura do golo. A dinâmica da equipa é sempre essa, o nosso objetivo é sempre esse. A nossa forma de pensar o jogo é de ir para a frente e atacar. A minha preocupação é sempre essa e tenho em todas as minhas equipas. Cientes que temos de ganhar jogos e temos de marcar golos e isso só se faz com muita união e foi isso que verifiquei desde o fim do jogo com o Tondela até ter entrado aqui.

Equipa mais pequenas equilibradas: Já tínhamos sentido isso noutros campeonatos, principalmente no alemão. O tempo de preparação condiciona, o facto de não haver adeptos no estádio condiciona e é algo que estamos a viver pela primeira vez. Isso é igual para todos. Estas duas ou três coisas de estar três meses sem competir, das duas semanas de treinos coletivos, da ausência dos habituais jogos-treino para se preparar os jogos, são pontos que temos de ter em consideração. Obrigação é de vencer, marcar golos e fazer mais e melhor. Estamos unidos para jogo em Portimão.

Cinco substituições: prós e contras sobre esta medida. Concordo muito com esta situação e até prevejo que possa continuar no futuro, desde que se mantenham as três paragens.

Eficácia: O caminho é este. Há sempre que pensar, refletir e evoluir. Pensando, jogando e treinando leva-nos a um caminho de dia-a-dia, de treino a treino e de jogo a jogo.

Série sem vitórias: Nesse período que fala tivemos um período de três meses sem jogar. Se fizer a análise que fizemos após o último jogo, em que fizemos este registo em termos ofensivos, o que lhe parece? Era a bola entrar e hoje já não fazia esta. Isto não implica que não tenhamos a noção de que tínhamos de vencer este jogo e que queremos fazer mais e melhor. Depois de três meses sem competir, ter este número de oportunidades, várias vezes sem o guarda-redes pela frente, só faltou marcar os golos.

Conversa de Vieira com os jogadores: Senti-me desautorizado? Porquê? O presidente vai ao balneário quando entender e neste caso foi uma conversa de pais para filhos.

Momento do ataque ao autocarro: Foi tudo rápido. Não sei o que hei-de dizer. Sei uma coisa: não confundo os adeptos que no ano passado fizeram o corredor em Tondela, os que nos apoiam nos bons e nos maus momentos. Não interessa a forma como eu vivi, interessa é que os jogadores, principalmente o Zivkovic e o Weigl, estão bem, treinaram bem e sem problema.

Ataque ao autocarro e às casas: É preciso separar os dois assuntos e falar daquilo que é o futebol. Medo não há. Tivemos de viver essa situação, sinto que está ultrapassado. Não temos medo, mas uma vontade enorme que o jogo seja o mais rápido possível para marcarmos os golos que não marcámos no último jogo. Sinto a equipa confiante, unida e a trabalhar de forma fantástica para dar alegrias aos adeptos.

Adversário: Após um jogo em que o resultado não foi o que esperávamos,  mas em que a equipa produziu seis oportunidades de golo, duas no poste, três ou quatro rente ao poste, com remates cruzados, muitos cruzamentos na pequena área a faltar um pequeno toque e duas claríssimas oportunidades... Espero que a equipa dê uma resposta em termos de vitórias e consiga marcar golos porque é o que precisamos neste momento. Temos 27 pontos para disputar e a nossa mentalidade é sair deste jogo, em que criámos este conjunto de oportunidades em que não conseguimos marcar o golo e que nos podiam dar os três pontos que nós pretendíamos, e seguir em frente Criar o mesmo volume de oportunidade, marcar golos e vencer diante de um adversário muito competente, em particular desde este reinicio mas também da entrada do mister Paulo Sérgio. Tem um plantel com muita qualidade, em particular nos jogadores da frente. Estão numa situação muito complicada, e conquistaram três pontos com o objetivo de alcançar a permanência. Eles lutam pela permanência e nós por vencer o campeonato.

AntevisãoO treinador do Benfica, Bruno Lage, faz esta terça-feira, a partir das 17h00, a conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Portimonense, relativo à 26.ª jornada da I Liga.

O clube da Luz chega a este encontro, que se realiza a partir das 19h15 desta quarta-feira, em igualdade pontual com o FC Porto, na liderança do campeonato, e depois de um empate com o Tondela que espoletou uma reação mais agressiva dos adeptos do clube da Luz.

O autocarro que transportava os jogadores de regresso ao Seixal foi alvo de um apedrejamento, com Weigl e Zivkovic a serem atingidos pelos estilhaços - os dois atletas já estão recuperados - e várias casas de outros jogadores e de Bruno Lage foram vandalizadas.

Os atuais campeões nacionais seguem numa série negativa na I Liga, e nem mesmo a paragem forçada do campeonato por conta da pandemia do novo coronavírus melhorou a situação. O Benfica está 'afundado' na sua pior série de resultados desde 2007/08, com apenas uma vitória nos últimos nove jogos, cenário que não será alterado mesmo com um triunfo em Portimão.

Acompanhe em direto no Desporto ao Minuto as declarações do treinador do Benfica.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório