Meteorologia

  • 18 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 24º

Edição

Liga: Descidas e subidas decididas e cinco substituições aprovadas

Nacional da Madeira e Farense regressam à I Liga. Já Casa Pia e Cova da Piedade caem para o Campeonato de Portugal. Nova regra das substituições entra em vigor já na 26.ª jornada.

Liga: Descidas e subidas decididas e cinco substituições aprovadas

A Assembleia Geral extraordinária da Liga, que decorre esta segunda-feira na cidade do Porto, aprovou as já decretadas subidas e descidas na II Liga, prova que foi interrompida e posteriormente dada como terminada por causa da pandemia do novo coronavírus.

A maioria dos clubes presentes nesta reunião magna aprovou as promoções de Nacional da Madeira e Farense à primeira divisão do futebol português, assim como as decidas de Cova da Piedade e Casa Pia ao Campeonato de Portugal.

Esta decisão marca o regresso do Nacional à I Liga, após um ano de ausência, naquela que será a sua 20.ª presença entre os grandes. Os 'alvinegros' estrearam-se em 1988/89 na primeira divisão e têm como melhores classificações os quartos lugares em 2003/04, sob o comando de Casemiro Mior, e 2008/09, com Manuel Machado.

Já o Farense conta 23 participações no principal escalão, entre 1970/71 e 2001/02, voltando ao escalão maior 18 anos depois. O catalão Paco Fortes foi o 'timoneiro' dos algarvios no seu melhor resultado no campeonato, o quinto lugar em 1994/95.

Segundo a imprensa desportiva nacional, o Feirense não se mostrou agradado com esta decisão e apresentou uma contra-proposta para a retoma da competição, algo que foi liminarmente rejeitado pelos clubes, alguns deles da II Liga.

O plano de apoio aos clubes do segundo escalão, através de um fundo de tesouraria da LPFP no valor de 1,52 milhões de euros (ME), complementar ao de um milhão criado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), foi igualmente aprovado.

Os dois fundos ascendem a 2,52 ME, o que pode representar individualmente para cada clube cerca de 170 mil euros, 108.500 euros através do mecanismo criado pela LPFP e 62.500 euros pelo da FPF.

Aprovadas as cinco substituições

Na mesma reunião magna os clubes votaram a existência ou não de cinco substituições nas restantes nove jornadas do campeonato português.

Fonte oficial de um dos clubes presentes na reunião magna confirmou hoje à Lusa a aprovação da alteração temporária do Regulamento de Competições da LPFP para permitir a inscrição de nove suplentes e a realização de cinco substituições por equipa nos remanescentes jogos da I Liga.

A medida aprovada por larga maioria, de acordo com a mesma fonte, vai entrar em vigor a partir da 26.ª jornada, cujo primeiro jogo está marcado terça-feira e vai opor Gil Vicente a Famalicão, em Barcelos.

Estas cinco substituições podem ser realizadas apenas em três paragens no jogo (por equipa). O número de suplentes também passa dos atuais sete para nove.

Ainda em discussão na AG está o modelo de governação do organismo presidido por Pedro Proença, que vai apresentar um modelo com uma direção executiva, sem clubes representados.

Notícia atualizada

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório