Meteorologia

  • 07 JULHO 2020
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 35º

Edição

FC Porto vai hoje (e amanhã) a eleições. Eis tudo o que precisa de saber

Serão três listas a ir a votos para eleger uma nova direção numas eleições que decorrem com uma conjetura especial. Por isso, há também regras especiais. Cada sócio dos dragões terá, por exemplo, de levar a sua própria caneta para exercer o seu direito.

FC Porto vai hoje (e amanhã) a eleições. Eis tudo o que precisa de saber

Jorge Nuno Pinto da Costa (lista A), Nuno Lobo (lista B) e José Fernando Rio (lista C) vão, este sábado e domingo, a votos para que os sócios do FC Porto possam eleger a próxima direção do clube. Mas antes de apresentar os candidatos e fazer um breve resumo daquilo a que se propõe, é preciso referir que estas eleições decorrem em situação especial, devido à pandemia de Covid-19 que se instalou no mundo.

Depois de um adiamento às eleições, as mesmas ficaram marcadas para dia 6 e 7 junho sob regras especiais. Passamos a citá-las.

Regras especiais para eleições no FC Porto

- O uso de máscara é obrigatório.

- É aconselhado a cada sócio que leve a sua própria esferográfica, uma vez que a sua partilha não é aconselhável.

- Foi também validado o plano de contingência, validado pela ARS Norte, depois de visita ao local para estarem salvaguardadas todas as medidas de segurança, proteção e distanciamento social.

Quanto às listas, comecemos pela A, de Pinto da Costa, que, nas últimas eleições, em 2016, arrecadou 79% dos votos. É o presidente com mais longevidade num clube de futebol, tendo tomado posse pela primeira vez em abril de 1982 – já lá vão 38 anos. Caso vença estas eleições, este será, provavelmente, o seu último mandato à frente do FC Porto, como o próprio já fez questão de deixar no ar.

Em relação à direção em vigor, Pinto da Costa irá mudar quatro nomes dos 13 que constituem o elenco. Entram José Américo Amorim e Paulo Mendes, que substituem Eduardo Valente e Emídio Gomes, enquanto o antigo guarda-redes Vítor Baía regressa para assumir a pasta do futebol profissional e Fernando Gomes, o ‘bibota’, ficará como diretor de prospeção e encarregue das camadas jovens.

Principais propostas da candidatura da lista A que terá Lourenço Pinto na Mesa da Assembleia Geral, Jorge Guimarães no Conselho Fiscal e Disciplinar e Rui Moreira no Conselho Superior:

- Em negociações para a venda do ‘naming’ do Estádio do Dragão;

- Edificar a Cidade do FC Porto e manter as modalidades competitivas;

- Tirar partido da formação para fortalecer o plantel principal;

- Reequilibrar o passivo de 445 milhões de euros;

- Conservar a posição maioritária na SAD;

Quanto à lista B, encabeçada por Nuno Lobo, empresário de 50 anos e licenciado em Ciências Históricas, compromete-se com outras propostas. A mais sonante, talvez, seja a criação de uma equipa de futsal.

O candidato da lista B afirmou inicialmente que poderia retirar-se caso Pinto da Costa fizesse várias mudanças na sua estrutura, algo que Nuno Lobo não entendeu que fosse feito. Uma das principais propostas é, à semelhança da lista A, a de vender o naming do Estádio do Dragão.

Principais propostas da lista B que terá Franco Araújo Ramos na Mesa da Assembleia Geral, António Nunes no Conselho Fiscal e Disciplinar:

- Chegar aos 150 mil sócios pagantes;

- Criar uma quota mais social e outra para pessoas com deficiência. Vertente família e associados;

- Distribuir melhor a receita do clube, retirando o peso das competições europeias;

- Associar a marca FC Porto ao Turismo do Porto e do Norte;

- Criação de novas modalidades será uma das apostas mais fortes (futsal, ténis, futebol feminino, andebol feminino e voleibol masculino);

- Construir uma nova academia de raíz;

- Imposição de tetos salariais na SAD;

Por fim, José Fernando Rio é o nome que encabeça a lista C. O jurista de 52 anos, que trabalhou como comentador no Porto Canal e na RTP3, foi o primeiro a assumir-se como candidato contra Pinto da Costa.

O candidato da lista C propõe uma reestruturação da dívida assente na redução da folha salarial de jogadores e administradores. José Fernando Rio quer também apostar mais nas modalidades, fazer uma nova academia e outro pavilhão, tal como, reforçar a representatividade nas instituições desportivas e centralizar os direitos televisivos.

Principais propostas da lista C que terá André Navarro de Noronha na Mesa da Assembleia Geral e José da Costa Veloso no Conselho Fiscal e Disciplinar:

- Reforço da competitividade da equipa de futebol;

- Reforço da formação;

- Construção de uma Academia;

- Forte aposta nas modalidades e criação de equipa de futsal;

- Corte nos salários da administração, do plantel, nos fornecimentos e nos serviços externos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório