Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

"Temos de ambicionar o céu quando há atletas com muito mais limitações"

O Desporto ao Minuto esteve à conversa com Alexis Santos, onde um torneio de natação de solidariedade abriu o mote para assuntos de carácter olímpico.

"Temos de ambicionar o céu quando há atletas com muito mais limitações"
Notícias ao Minuto

08:12 - 19/01/20 por Ricardo Santos Fernandes 

Desporto Alexis Santos

Realiza-se, neste domingo, a 2.ª edição do Torneio de Natação da ANEA (Associação Nacional de Espondilite Anquilosante), nas Piscinas de Santa Clara, em Lisboa.

Atletas federados e atletas com espondilite anquilosante [uma doença caracterizada pela inflamação do esqueleto axial, assim como das grandes, médias e pequenas articulações] vão nadar lado a lado com o propósito de informar sobre um problema que atinge cerca de 50 mil portugueses.

Um dos atletas que vai participar nesta prova é Miguel Marques, nadador do Benfica, que, em curtas declarações ao Desporto ao Minuto, sublinhou que este torneio "é uma forma de eles [atletas com espondilite anquilosante] se divertirem e melhorarem os seus índices técnicos, conhecendo nadadores profissionais".

"Uma forma de aprendizagem, porque conseguimos saber a forma como eles conseguem nadar e que tipo de limitações é que têm”, acrescentou o atleta de 19 anos. Outro dos participantes é o já 'calejado' Alexis Santos, nadador do Sporting, que está a poucos meses de rumar até Tóquio para participar na sua segunda edição dos Jogos Olímpicos [JO]. 

Em entrevista ao nosso site, o nadador de 26 anos, à margem do torneio que vai participar neste fim-de-semana, lançou desde já os objetivos a alcançar na Terra do Sol Nascente. Alexis Santos fez ainda uma curiosa revelação sobre aquilo em que se inspira nos seus ídolos: Cristiano Ronaldo e Roger Federer.

Notícias ao Minuto[Alexis Santos vai representar Portugal nos Jogos Olímpicos de Tóquio]© Getty Images

A importância da participação neste torneio: Tudo o que possa fazer para ajudar, em todos os sentidos, não que vá fazer a diferença de forma direta, é sempre um motivo de orgulho. Há dois anos já tinha participado nessa prova e dois anos depois voltei a receber o convite e não o podia declinar.

Objetivos: O objetivo passa primeiramente por nos divertirmos e passarmos ali um bom momento, criar um espírito de equipa entre todos, sem estar a perseguir um determinado tempo no final de cada prova. Podermos partilhar experiências com atletas não federados acaba também por ser bastante enriquecedor para nós [atletas federados].

Tem um atleta, com algum tipo de limitação física, que o sirva de inspiração para a prática da modalidade: Ainda há alguns anos tivemos o exemplo do primeiro paralímpico a participar nos primeiros Jogos Olímpicos [Oscar Pistorius] e também já houve uma nadadora que competiu nos JO, em águas abertas, sem ter um dos membros inferiores. Estes são o tipo de exemplos que me ajudam a manter motivado e a sonhar mais alto, sem ter limites. Se eles conseguiram alcançar os seus objetivos, porque é que nós, no esplendor de todas as nossas capacidades, não somos capazes de ambicionar o céu.

Outros dos ídolos do Alexis são Roger Federer e Cristiano Ronaldo. O que vai buscar a cada um deles para o mundo da natação? A maneira como os dois trabalham, o esforço diário. Apesar de estarem há vários anos no mundo do desporto continuam, dia após dia, a colocar uma entrega e a atingir níveis de superação acima do normal. Eles mostram ao mundo, ano após ano, que têm capacidade para atingir marcas de outro planeta e isso claro que me chama a atenção. São olhos de um fã e de alguém que trabalha para ser sempre melhor. Se pudesse ia buscar a cabeça de ambos, pela força de vontade e o foco que colocam no trabalho. Se olharmos para a idade do Federer (38) e do Ronaldo (34) reparamos que são dois atletas que, à margem da forte mentalidade, trabalharam bastante no sentido de passarem à margem de grandes lesões. E isso não é só uma questão de sorte.

O Alexis reconheceu em tempos que uma das piores coisas que a natação tinha era a monotonia. Como é que se vence esse tão indesejado obstáculo? Acho que é bastante importante, sobretudo no nosso desporto, fazer estágios, tentar fazer coisas diferentes, porque já assim é difícil. Não há, às vezes, forma de fugir ao mesmo tipo de treino, mas quando existe essa hipótese procuro outro tipo de desafios. Normalmente temos de escapar ao mesmo tipo de rotina, porque estando no mesmo tipo de piscina acabamos por entrar numa bolha de monotonia que nos rouba a motivação.

Quem já esteve numa meia-final dos JO [Rio de Janeiro] que objetivo pode agora ambicionar nos JO de Tóquio: O objetivo passa por melhorar a minha participação, comparativamente ao que fiz no Brasil. Tudo o que seja acima de um 12.º lugar já será uma satisfação. Claro que superar a barreira do 10.º lugar e estar perto de atingir uma final tornar-se-ia meio objetivo, meio sonho tornado realidade.

Imaginando que conseguia essa tão desejada final sentir-se-ia frustrado de não estar na capas dos jornais desportivos no dia seguinte? Para mim uma final olímpica é um resultado excelente, agora se vale a pena colocar esse feito numa capa de jornal? Não sei… se fosse medalha não havia como não me porem nas capas. Todavia, conhecendo a realidade de Portugal não estaria à espera de ser manchete, caso fosse a uma final. Se um atleta, seja de que competição for, tiver a proeza de ser medalhado e não for capa de um jornal desportivo significa que o jornalismo está a funcionar muito mal no nosso país. Agora, a capa de um jornal é importante, mas mais importante do que isso são os apoios que os atletas teriam de ter a partir dessa medalha, que eu duvido. Duvido não, tenho a certeza que não existem, a não ser que sejam futebolistas.

O Alexis vai a Tóquio com mais apoios do que foi ao Rio de Janeiro? Eu, pessoalmente, tenho a sorte de teres muitos apoios e patrocinadores que me ajudam muitíssimo. Todavia, essa não é a realidade da maioria dos que vão até Tóquio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório