Meteorologia

  • 15 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

Leão de tropeções agrava registo negro que deixa Keizer na 'história'

Sporting empatou (0-0) na Madeira e perdeu chance de se aproximar do terceiro posto Senda negativa acentua-se e só é salva por vitória, em casa, frente ao Sporting de Braga. Verde e brancos somam agora 46 pontos, menos três que os bracarenses.

Leão de tropeções agrava registo negro que deixa Keizer na 'história'

Duas vitórias em dez jogos. O pior registo pontual à 23.ª jornada nas últimas cinco épocas. Um quarto lugar que parece cada vez mais casa de leões e um futebol que tem Bruno Fernandes e pouco mais. 

O Sporting voltou ontem, segunda-feira, na Madeira, a comprometer na luta pelos lugares cimeiros ao conceder um empate frente ao Marítimo.

Numa partida com poucos pontos de interesse, para lá de alguns rasgos da equipa verde e branca, a falta de ideias da formação de Keizer foi nota que pontuou todo o encontro.

Contra um Marítimo ultra fechado, interessado apenas em procurar o erro do adversário, os verde e brancos até mudaram o sistema, mas faltou o clique de golo e o salvador do costume.

Mas vamos ao filme do jogo. 

Muralha insular foi fronteira intransponível para leão sem argumentos

O Sporting entrou empenhado em regressar às vitórias depois de um resultado penalizador frente ao Villarreal. Com uma entrada em campo no sistema mais recente de Keizer, os verde e brancos até entraram bem, mas passado alguns minutos de adaptação, as duas equipas encaixaram sem lances para qualquer baliza.

Bruno Fernandes, ao seu estilo, de longe e à bomba, ainda aqueceu as mãos de Charles, mas a maior perdida seria de Bas Dost, já perto do intervalo.

Sem argumentos para um resultado diferente, apesar do domínio evidente no jogo, os leões recolheram ao balneário com um nulo que pesava... mas que tinha margem para ser invertido.

All-in leonino esbarrou em fortaleza chamada Charles

E para tentar inverter a situação, Keizer entrou a mexer no segundo tempo. Fazendo entrar Doumbia e Raphinha, o jogo começou mais agitado... para as duas balizas. 

O brasileiro deu vertigem ao lado direito do ataque, ainda fez tremer a defensiva maritimista, mas a bola encalhava sempre no mesmo ponto: Charles.

Com uma exibição de encher o olho, o guardião do Marítimo frustou todas as chances dos verde e brancos e ainda foi protagonista na perda de tempo para a sua equipa. Nem com Luiz Phellype em campo, auxiliado pelo pronto-socorro Coates, a baliza insular cedeu. 

Bas Dost: Uma sombra do que foi... a penalizar um leão sem forças

O goleador holandês era um perigo iminente para as balizas adversárias. A sua presença em campo era praticamente sinal de golo verde e branco, mas o holandês parece afastado dessa fase.

Com vários lances para visar a baliza adversária, o avançado tem privilegiado a assistência aos colegas, deixando saudades aos adeptos dos tempos em que era matador.

Prejudicado por um sistema que não foi 'montado à sua medida', o holandês parece, ainda assim, distante da melhor forma e da veio goleadora que o fez ídolo em Alvalade.

MarítimovsSporting
6Remates14
30Posse de Bola70
17Faltas Cometidas10
1Cantos7
5Cartões Amarelos6
0Cartões Vermelhos1

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório