Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 13º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

Telmo Castanheira: A história da bicicleta que chegou à Tanzânia

Viu o golo deste médio do Trofense no passado dia 14 de outubro? Bem, se ainda não conseguiu ver não sabe aquilo que está a perder. O Desporto ao Minuto falou com o protagonista de uma bicicleta que tem tudo para ser candidata ao prémio Puskas.

Telmo Castanheira: A história da bicicleta que chegou à Tanzânia
Notícias ao Minuto

08:00 - 22/10/18 por Francisco Amaral Santos 

Desporto Entrevista

O golo é o momento de maior alegria para qualquer jogador. Seja ele um bom ou mau golo, se assim for justo classificá-los, todos os jogadores sonham em vestir o papel de herói. No Campeonato de Portugal, há uma semana, surgiu um fenómeno em torno de uma bicicleta. 

Telmo Castanheira, jogador do Trofense, assinou um golo monumental, diante do Mirandês, no dia 14 de outubro e desde então.... o lance já correu o mundo inteiro. E não, não estamos a exagerar. 

Veja ou reveja o fantástico golo de Telmo Castanheira! 

Da Tailândia à Costa Rica, o golo de Telmo Castanheira tem sido reproduzido vezes sem conta. Por essa razão, o Desporto ao Minuto decidiu falar com o maior protagonista desta história: o próprio Telmo. 

Quando vi a bola àquela altura pensei: 'Estás mesmo a jeito!'"É realmente inacreditável. Nem imaginava que algo como isto iria acontecer. Se antes do jogo me dissessem que eu iria fazer um golo que iria correr o mundo inteiro, estando nos jornais de todo o mundo, eu diria que alguém estava maluco. Não me passaria pela cabeça. Mas tem sido fantástico. Têm sido momentos muito bons para mim. Para mim e para quem está do meu lado. A minha família e os meus amigos", começou por dizer o médio de 26 anos em declarações exclusivas ao nosso site.

"Tem sido um impacto gigante. Tenho recebido mensagens de pessoas que conheço, de outras que não conheço. De Portugal e do estrangeiro. Todos os dias recebo dezenas ou centenas de mensagens. Tem sido muito bom. É muito gratificante. Estou feliz e grato por receber este feedback. Pessoas que eu não conheço mandam-me links de jornais estrangeiros. Da Turquia, da Sérvia, da Costa Rica, de Itália, do Brasil e de Espanha. Até da Tanzânia recebi. Aliás, um colega meu que é chinês mandou-me uma notícia da China. Tudo por causa de um golo. É fantástico", explicou Telmo Castanheira. 

Mas, afinal de contas, como se faz uma bicicleta? 

É um ato pensado? É instinto? Já vimos grandes golos através deste difícil movimento. Cristiano Ronaldo, por exemplo, assinou um golo de bandeira em pleno jogo da Liga dos Campeões. Mas não foi o único. Na temporada passada,  Bale fez uma 'gracinha' destas e Zlatan Ibrahimovic, pois claro, também coleciona uma destas. Telmo Castanheira, o novo candidato ao prémio Puskas, explica o que se sente no momento de 'sacar' de uma bela bicicleta. 

"É tudo muito rápido. Surge num canto e as decisões têm de ser tomadas em milésimos de segundo. É muito por instinto. Mas a bicicleta é um movimento que eu me sinto à vontade para fazer, já o faço há vários anos. É um movimento que sempre gostei muito mas que raramente uso. É um recurso que o futebol não pede. Mas quando a bola sobrou, e eu estou de costas para a baliza, sinto dois adversários a chegarem perto. Por instinto, passo a bola por cima deles e, aí sim, quando vi a bola àquela altura pensei: 'Estás mesmo a jeito!'. Nem pensei duas vezes e executei e fui feliz… Foi fantástico", afirmou Telmo que garante que só deu conta da genialidade do golo.... no balneário. 

"Os meus companheiros tiveram uma reação incrível. Acho que eles aperceberam-se mais do que eu daquilo que tinha feito. Tinha noção que tinha feito um bom golo. Estava feliz com a vitória e o golo. Era um golo bonito. Mas quando cheguei ao balneário e os treinadores chamaram-me e mostraram-me o vídeo do golo. Aí sim, percebi realmente que foi um golo bonito, mas mesmo assim nunca pensei que tivesse o impacto que está a ter. Até mesmo por ter acontecido no terceiro escalão do futebol português. Nem a nível nacional, muito a menos a nível internacional", garantiu Telmo Castanheira. 

O percurso interessante que pede mais 

Telmo Castanheira fez toda a formação praticamente no FC Porto. Quando chegou ao escalão sénior representou equipas como o Vitória SC B, Santa Clara, Tourizense, Freamunde, Gondomar e esta época chegou finalmente à Trofa no passado verão. 

Visualizar esta foto no Instagram.

Parabéns @fcporto pelos 124 anos de história . Orgulho em ter crescido nesse clube , foram quase 10 anos de muitas conquistas e amizades.

Uma publicação compartilhada por Telmo Castanheira (@telmocastanheira) em 28 de Set, 2017 às 11:48 PDT

"Tem sido um percurso interessante, mas ainda posso chegar a outro patamar. Tenho orgulho no que tenho feito. Tive alguns momentos menos bons, mas faz parte. Tenho crescido muito. Tive algumas adversidades às quais soube reagir. Mas é um percurso feito com os meus pés, com o meu esforço, o meu suor e o meu trabalho. Espero chegar mais longe, mas estou satisfeito com o que tenho feito", argumentou o médio de 26 anos que, ainda assim, não esconde a ambição de chegar mais longe e à... I Liga. 

"Sou um jogador e uma pessoa ambiciosa. Acredito que tenho condições, até porque trabalho muito para isso, de chegar à I Liga e afirmar-me lá. Acredito em mim e na minha qualidade. Tenho de fazer por isso e esperar pela minha oportunidade. Se surgir isso, vou agarrar a oportunidade. Acredito que irá acontecer brevemente", explicou Telmo que, deixa ainda um apontamento ao facto de os clubes portugueses apostarem mais em jogadores estrangeiros. 

"Eu acredito que há qualidade no Campeonato de Portugal. Já há vários casos de sucesso de jogadores que saltaram diretamente para o primeiro escalão. A questão é os clubes aproveitarem e estarem atentos. E darem oportunidades. Quando falo em oportunidades, falo mesmo em acreditar nos jogadores. Não é dar dez minutos e se não correu bem já não conta. Não é isso que fazem com os jogadores estrangeiros, que forçam com quatro ou cinco jogos para mostrarem alguma coisa. Não sou contra os jogadores estrangeiros, são bem-vindos se vierem para acrescentar. O jogador português tem muita qualidade. Seja na I Liga, na II ou no Campeonato de Portugal", defendeu Telmo Castanheira. 

A loucura pelo ídolo Deco 

Nesta curta, mas rica, conversa com Telmo Castanheira também se falou sobre ídolos. Atualmente, o médio do Trofense garante que não segue nenhum craque com especial atenção, mas diz estar atento para aprender e replicar os movimentos daqueles que são considerados pela grande generalidade como os melhores na sua posição em campo. 

Ainda assim, quando era miúdo, Telmo admirava a forma como Deco tratava a bola e também deixou escapar que gosta do estilo de jogo de Nemanja Matic.

“Tive vários quando era mais novo. Gosto de ver bom futebol, mas não há nenhum jogador que siga com mais atenção. Quando era miúdo e jogava no FC Porto adorava o Deco. Gosto do Matic a jogar", rematou o jogador sensação do Trofense. 

O clássico Alemanha-Holanda, joga-se hoje. A Holanda volta em grande, contra uma Alemanha já despromovida. Holanda ganha? Aposte 20€ sem risco e ganhe 77€, como a Holanda vai ganhar!!

Múltipla Liga das Nações: Aposte 20€ sem risco como a Dinamarca, Noruega e Eslováquia vão ganhar e ganhe 158,2€! 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório