Meteorologia

  • 21 JUNHO 2018
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 19º

Edição

Bruno Fernandes acorda "banhado em suor" e aponta o dedo a BdC

Internacional português considera que as declarações do presidente do Sporting após o ataque à Academia de Alcochete são "absolutamente chocantes".

Bruno Fernandes acorda "banhado em suor" e aponta o dedo a BdC
Notícias ao Minuto

09:08 - 12/06/18 por Carlos Pereira Fernandes

Desporto Carta de rescisão

Bruno Fernandes alega, na carta de rescisão que fez chegar ao Sporting, que “uma sucessão de factos imputáveis à Sporting SAD” colocam em causa a sua “segurança e integridade física”, fazendo-o “temer pela vida”.

No documento, revelado esta terça-feira pelo jornal Record, o internacional português lembra que, “a partir de janeiro do corrente ano, o presidente do Sporting começou a colocar uma pressão inaceitável em todos os jogadores e na equipa, insinuando que os maus resultados seriam responsabilidade de falta de profissionalismo dos jogadores”, o que levou a um clima de “suspeição”, que acabou por culminar no ataque à Academia de Alcochete.

“A verdade é que tememos todos pela nossa vida. A partir de determinada altura, o descontrolo era tal que senti que podia não sair dali com vida. Ainda hoje, acordo de noite, em sobressalto, com as imagens de horror que retive e que revejo e não consigo pensar em voltar àquele local. Acordo ‘banhado em suor’ e com a sensação física, até de dor, de que estou a ‘levar chapadas’. Tanto mais que existem responsáveis do ataque de Alcochete que fugiram, e podem voltar a atacar-nos, até para nos intimidar nos nossos depoimentos”, pode ler-se.

“Estamos perante factos que de forma muito clara apontam para que se tratou de uma ação concertada, preparada, e que era previsível, não tendo a Sporting SAD agido da forma que lhe era exigida para evitar o sucedido e para garantir as condições de segurança dos jogadores. Com efeito, nesta altura, tinham já ocorrido demasiados episódios de agressividade e ameaças contra os jogadores para que fosse imperioso prever e punir a sua continuação, no mínimo, reforçando as condições de segurança. O que, pura e simplesmente, não aconteceu. Parecendo, até, que estas foram, pelo menos, aligeiradas”, prossegue.

Quanto às declarações de Bruno de Carvalho após o sucedido, Bruno Fernandes considera-as “absolutamente chocantes”, considerando que, com elas, o presidente do Sporting parecia estar a “gozar com o sucedido”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.