Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

CML atribui medalhas a Herman José e à jornalista Paula Moura Pinheiro

A Câmara de Lisboa decidiu hoje, por unanimidade, atribuir a Medalha de Honra da Cidade ao ator Herman José e a Medalha Municipal de Mérito Cultural à jornalista e apresentadora de televisão Paula Moura Pinheiro.

CML atribui medalhas a Herman José e à jornalista Paula Moura Pinheiro
Notícias ao Minuto

16:47 - 06/12/23 por Lusa

Cultura Lisboa

Em reunião privada, o executivo camarário deliberou também atribuir a Medalha Municipal de Mérito Cultural ao Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual, por ocasião do seu 50.º aniversário, proposta que foi aprovada por unanimidade, com os votos a favor dos 17 membros, ainda que a votação tenha sido realizada por voto secreto.

Com a abstenção do BE e os votos a favor da liderança PSD/CDS-PP, PS, PCP, Livre e Cidadãos Por Lisboa (eleitos pela coligação PS/Livre), a câmara aprovou a atribuição do topónimo Rua José Sarmento de Matos ao arruamento à Avenida de Pádua, em homenagem ao historiador e olisipógrafo português José Sarmento de Matos (1946-2018), que se destacou como investigador do património em Lisboa.

Foi ainda aprovado o topónimo Rua Vasco Graça Moura à Rua B à Avenida da Índia, em memória do escritor, tradutor e político português Vasco Graça Moura (1942-2014).

Nascido em Lisboa em 19 de março de 1954, Herman José, nome artístico de Hermann José von Krippahl, "desde cedo revelou qualidades artísticas extraordinárias, nomeadamente ao protagonizar todos os saraus escolares na Escola Alemã de Lisboa", refere o município na proposta.

"Herman José tem feito um percurso singular no universo artístico nacional, presentemente a completar 50 anos. A sua expressão artística apresenta-se como multifacetada, desde a escrita humorística, a de autor e intérprete musical, a de músico, a de contador de histórias, a de ator polivalente, ao representar com grande nível artístico e capacidade de comunicação em múltiplos registos", lê-se.

Subscrita pelo presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas (PSD), e pelo vereador da Cultura, Diogo Moura (CDS-PP), a proposta destaca o percurso do artista, que teve as primeiras aparições na televisão aos 18 anos, num programa juvenil, como baixista, e mais tarde integra a banda residente do programa "No Tempo Em Que Você Nasceu", gravado no Teatro Maria Matos.

A Câmara destaca ainda a sua estreia como ator no Teatro ABC, no Parque Mayer, com a peça "Uma no Cravo, Outra na Ditadura" e que escreveu, protagonizou e dirigiu os programas da RTP "O Tal Canal" (1983), "Hermanias" (1985) e "Humor de Perdição" (1987).

Natural de Coimbra, Paula Moura Pinheiro nasceu em 29 de novembro de 1964, vive em Lisboa, é autora, editora, apresentadora e jornalista, e "tem um percurso reconhecido dedicado à promoção do conhecimento, à divulgação da cultura, das artes, das letras e do património cultural", enaltece a Câmara de Lisboa.

"Em março de 2014, surge o programa cultural 'Visita Guiada', do qual Paula Moura Pinheiro é autora, editora e apresentadora, e que continua a ser emitido semanalmente na RTP2 e Antena 1, com grande sucesso e com indiscutível importância na divulgação da história, história da arte, da cultura e do património cultural portugueses", destaca a proposta de atribuição da Medalha Municipal de Mérito Cultural.

Relativamente à atribuição da Medalha Municipal de Mérito Cultural ao Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual, o município de Lisboa refere que é uma associação cultural, sem fins lucrativos, de utilidade pública, que nasceu em 1973 como escola de arte independente, dedicando-se à experimentação, à formação e à divulgação das artes e disciplinas da comunicação visual.

A autarquia refere ainda que as principais áreas de formação ao Ar.Co são desenho, pintura, fotografia, joalharia, cerâmica, ilustração/banda desenhada, cinema/imagem em movimento, história e teoria da arte.

Leia Também: Herman: "Fico à espera das surpresas que os próximos 50 anos me trarão"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório