Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 8º MÁX 17º

Portugal com "participação de relevo" no festival de cinema de Berlim

O festival de cinema de Berlim, que começa hoje, vai contar com uma participação portuguesa "de relevo", com um total de nove filmes espalhados pelas várias secções, competitivas e não-competitivas.

Portugal com "participação de relevo" no festival de cinema de Berlim
Notícias ao Minuto

10:03 - 10/02/22 por Lusa

Cultura Cinema

Patrícia Salvação Barreto, conselheira cultural da Embaixada de Portugal em Berlim, admite que é com o "maior interesse" que vai assistir aos trabalhos que chegam de Portugal, três deles em competição.

"Houve anos em que tivemos participações de igual número, como em 2019. Em anos anteriores, tivemos uma participação menor. Por isso esta é, de facto, uma participação de relevo", disse, em declarações à agência Lusa.

A adida cultural relembrou que os autores portugueses já arrecadaram três Ursos de Ouro na competição oficial de curtas-metragens, com as obras de João Salaviza (2012), Leonor Teles (2016) e Diogo Costa Amarante (2017). Nesta edição, o filme "By Flávio", de Pedro Cabeleira, irá também integrar esta secção e participar na corrida ao prémio.

"Não é o resultado de algo que tenha sido feito recentemente, mas sim de um processo que já vem de trás e que tem projetado internacionalmente o talento dos cineastas portugueses", acrescentou.

Também em competição, mas na secção "Generation", focada em narrativas que abordam a adolescência e a juventude, estão os filmes "Aos dezasseis", de Carlos Lobo, e "Juunt Pastaza entsari", de Inês T. Alves.

A Berlinale reabre hoje ao público com um calendário de apenas sete dias e outras limitações por causa da pandemia de covid-19.

"O recomeço é feito com cautelas, com limitação da capacidade das salas, com higienização constante. Vê-se evidentemente com muito bons olhos, pode ser que seja um pequeno passo no sentido de retomar a normalidade, depois no ano passado tudo ter acontecido 'online'", apontou Patrícia Salvação Barreto.

No programa Fórum estão concentrados três filmes portugueses: "Super Natural", primeira longa-metragem de Jorge Jácome, que resulta de uma nova colaboração com o Teatro Praga e com a companhia Dançando com a Diferença, o documentário "Terra que marca", de Raul Domingues, e "O trio em mi bemol", de Rita Azevedo Gomes, a partir de uma peça de Éric Rohmer.

À participação portuguesa, juntam-se ainda duas coproduções, a luso-brasileira "Mato Seco em Chamas", de Adirley Queirós e Joana Pimenta, e "Nada Para Ver Aqui", do realizador belga Nicolas Bouchez, numa coprodução entre Portugal, Bélgica e Hungria.

A artista portuguesa Grada Kilomba participará no filme "The Maji-Maji Readings", do cubano Ricardo Bacallao. Já o ator João Nunes Monteiro estará no programa europeu de talentos "Shooting Stars".

A série "Vanda", criada por Patrícia Muller, com realização de Simão Cayatte, foi selecionada para o 'mercado de séries'.

A 16 de fevereiro serão conhecidos todos os premiados da 72ª edição do festival Berlinale, que termina apenas no dia 20.

Leia Também: Festival de Cinema de Berlim de novo presencial começa hoje

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório