Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Artista Marco Godinho exibe no Museu de Arte Contemporânea do Luxemburgo

O artista luso-luxemburguês Marco Godinho vai integrar a exposição que assinala os 15 anos do museu de arte contemporânea do Luxemburgo, no final de 2021 e começo de 2022, anunciou hoje a instituição.

Artista Marco Godinho exibe no Museu de Arte Contemporânea do Luxemburgo
Notícias ao Minuto

15:30 - 29/07/21 por Lusa

Cultura Museu

"A marcar o 15.º aniversário do Mudam Luxemburgo -- Museu de Arte Moderna, 'Freigmeister' ('Espíritos livres') apresenta o trabalho de 14 artistas do Luxemburgo que representam diferentes gerações. Exibindo trabalhos novos e recentes de meios como fotografia, pintura, desenho, instalação, escultura, cinema, vídeo, animação, realidade virtual e performance, 'Freigmeister' procura refletir uma perspetiva pensada e comprometida do mundo que nos rodeia", adiantou, em comunicado, o museu dirigido até ao final do ano pela antiga diretora do Museu de Serralves Suzanne Cotter.

A exposição "Freigmeister" conta com curadoria de Clément Minighetti, Sarah Beaumont, Marie-Noëlle Farcy e Christophe Gallois e vai estar aberta ao público entre 11 de novembro deste ano e 27 de fevereiro de 2022.

O museu lembrou, no comunicado sobre a programação do outono, que "muitos artistas que originam de ou vivem e trabalham no Luxemburgo permanecem ligados de perto a outro lugar", tratando-se de um país "onde as travessias de fronteira são parte de uma rotina diária".

"Esta diversidade e abertura é uma parte valiosa da cultura local. O panorama da arte contemporânea no Luxemburgo tem-se mostrado consciente dos desafios associados à transformação de um pequeno, mas economicamente bem-sucedido país que procura reconciliar a sua identidade com o seu futuro", acrescentou o Mudam.

Marco Godinho, nascido em 1978 em Salvaterra de Magos, vive e trabalha entre Paris e o Luxemburgo, tendo exposto em múltiplos espaços internacionais ao longo das últimas duas décadas.

Em 2019, foi o artista escolhido para representar o Luxemburgo na Bienal Internacional de Arte de Veneza.

Leia Também: Cineasta francês Jean-François Stévenin morre aos 77 anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório