Meteorologia

  • 10 JULHO 2020
Tempo
24º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Edição deste ano da Galp Beach Party em Matosinhos adiada para 2021

A edição deste ano da Galp Beach Party, agendada para junho na Praia do Aterro, em Matosinhos, foi adiada para 2021, na sequência da pandemia da Covid-19, anunciou hoje a Rádio Nova Era, promotora do evento.

Edição deste ano da Galp Beach Party em Matosinhos adiada para 2021

Esta iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, no distrito do Porto, foi reagendada para os dias 25 e 26 de junho de 2021, adiantou.

"Estamos já a trabalhar para manter o mesmo `line up´ [alinhamento] já anunciado para as datas de 2020 inicialmente agendadas e outras grandes confirmações", sublinhou.

A edição deste ano contava, entre outros, com a presença do DJ e produtor holandês Armin Van Buuren que foi, por cinco vezes, eleito o melhor do mundo, tendo em 2019 lançado o seu sétimo álbum de estúdio, chamado "Balance", com 28 faixas.

A promotora referiu que os bilhetes já adquiridos são válidos para as novas datas, não sendo necessária troca ou emissão de novo bilhete.

"Quando estiver tudo bem e tivermos ultrapassado estes dias difíceis de confinamento e incerteza, vamos voltar a reunir-nos na praia para, juntos, criarmos momentos épicos e memoráveis de celebração, mais intensos e felizes do que nunca, ao som dos melhores DJ do mundo", frisou.

O parlamento aprovou na quinta-feira, na generalidade, a proibição, até 30 de setembro, da realização de "festivais e espetáculos de natureza análoga".

A discussão do projeto de lei da autoria do Governo segue agora na especialidade, na comissão parlamentar de Cultura, onde será também votada, antes da votação final global em plenário, que deverá acontecer na próxima semana.

A proposta define que os "festivais e espetáculos de natureza análoga", marcados até 30 de setembro, só serão permitidos com lugares marcados e regras de distanciamento. No entanto, não define o que são "festivais e espetáculos de natureza análoga" e essa questão foi levantada na quinta-feira por alguns deputados, puxando a Festa do Avante, agendada para o início de setembro, para a discussão.

O projeto de lei do Governo é aplicável ao reagendamento ou cancelamento de espetáculos não realizados entre os dias 28 de fevereiro de 2020 e 30 de setembro de 2020, e quem comprou bilhete para eventos dentro daquele período, só poderá pedir o reembolso a partir de 01 de janeiro de 2022.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório