Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Centro de Arte e Cultura de Évora reabre na segunda-feira

O Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), em Évora, retoma a atividade na segunda-feira, com entrada gratuita, após dois meses de portas fechadas devido à pandemia da covid-19, foi hoje divulgado.

Centro de Arte e Cultura de Évora reabre na segunda-feira
Notícias ao Minuto

17:58 - 15/05/20 por Lusa

Cultura Covid-19

A reabertura será feita "no estrito cumprimento de todos os procedimentos necessários de higiene, segurança e distanciamento social", sendo obrigatória a utilização de máscara e regular a desinfeção, higienização e ventilação do espaço, indicou a FEA.

Segundo a instituição, o Centro de Arte e Cultura (CAC) reabre com a exposição "Fahrenheit, a consagração de Babel", de Luis Costillo, e a mostra fotográfica "Saudades dos Cartuxos", que tem curadoria de José Alberto Ferreira.

Inaugurada em outubro passado, "Fahrenheit, a consagração de Babel", comissariada por José Ángel Torres, é promovida em parceria com o MEIAC - Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporâneo, sediado em Badajoz (Espanha).

"Saudades dos Cartuxos", que retrata a presença dos monges cartuxos em Évora, com trabalhos dos fotógrafos Daniel Blaufuks, José M. Rodrigues, Paulo Catrica e Nacho Doce, entre outros, também foi inaugurada em outubro de 2019.

A programação do CAC inclui a inauguração, no dia 06 de junho, de "Strata", com 24 pinturas da norte-americana Deanna Sirlin, uma das três mostras integradas no novo ciclo expositivo deste ano, que deveria ter começado no passado dia 25 de abril.

A FEA adiantou que vai manter e reforçar a programação 'online', através do programa "Fundação Consigo", que disponibiliza conteúdos como recursos formativos e informativos, cadernos de atividades pedagógicas e debates, entre outros.

O Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida, cuja entrada será gratuita até ao final do ano, vai funcionar, até 11 de setembro, de terça a domingo, entre as 10:00 e as 13:00 e as 14:00 e as 19:00.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 302 mil mortos e infetou mais de 4,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,5 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.190 pessoas das 28.583 confirmadas como infetadas, e há 3.328 casos recuperados, de acordo com os dados hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório