Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Prémio Literário Hernâni Cidade atribuído à obra 'Heroísmo Contemporâneo'

A obra "Heroísmo Contemporâneo", de João Pedro Pimentel Sigalho, de Leiria, venceu o Prémio Literário Hernâni Cidade 2018, instituído pelo município de Redondo, no distrito de Évora, revelou hoje a autarquia alentejana.

Prémio Literário Hernâni Cidade atribuído à obra 'Heroísmo Contemporâneo'
Notícias ao Minuto

17:45 - 18/10/18 por Lusa

Cultura Redondo

A edição de 2018 da iniciativa, na modalidade de crónica, teve como ponto de partido o facto de se assinalar este ano o centenário da Batalha de La Lys, onde Hernâni Cidade foi feito prisioneiro.

O segundo prémio foi atribuído à obra "Entricheirados", de Nilton Carvalho Esteves, de Évora.

A obra "Hernâni Cidade: lugar-tenente da humanidade em tempos de crise", de Carlos Manuel Meneses Moreira, da Maia, conquistou o terceiro prémio.

O júri decidiu atribuir uma menção honrosa à obra "Crónica sobre minha curiosidade", de Júlio da Silva Máximo Viegas, de Queijas.

A Câmara Municipal de Redondo pretende com o prémio literário homenagear a memória do professor e escritor Hernâni Cidade, natural da vila, e incentivar a criatividade literária e o aparecimento de novos autores entre jovens e adultos.

A cerimónia de entrega dos prémios da 23.ª edição da iniciativa está marcada para o dia 27 deste mês, às 16:00, no auditório do Centro Cultural de Redondo, que inclui um momento musical pelo grupo "Moças do Canto".

Também no âmbito deste prémio literário, está patente ao público, na Biblioteca Municipal de Redondo, até ao fim deste mês, a exposição bibliográfica "Hernâni Cidade", de Helena Cidade Moura.

Ensaísta e investigador, Hernâni António Cidade, doutorado em Filologia Românica, foi professor de liceu e das faculdades de Letras do Porto e de Lisboa.

Dotado de grande erudição, Hernâni Cidade contribuiu para o estudo da história da cultura e da literatura portuguesa, da qual é considerado um grande especialista, tendo-se notabilizado pelos seus ensaios sobre Camões.

Colaborador de A Águia, Seara Nova e do Primeiro de Janeiro, entre outros títulos da imprensa periódica, codirigiu o Diário Liberal e deixou o seu nome ligado à fundação da Colóquio: Revista de Artes e Letras e da Colóquio/Letras.

Hernâni Cidade nasceu em Redondo em 1887 e faleceu em Évora em 1975.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório