Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 26º

Edição

Estreia hoje 'Ocean's 8', versão feminina de icónico filme de larápios

Filme conta com um elenco de estrelas, como Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway ou Rihanna. Estreia em Portugal esta quinta-feira, 21 de junho.

Notícias ao Minuto

09:00 - 21/06/18 por Anabela de Sousa Dantas 

Cultura Cinema

Debbie Ocean (Sandra Bullock), irmã de Danny Ocean, dos filmes originais, sai finalmente da prisão mas só aparentemente recuperada. Na realidade, passou os cinco anos em que esteve encarcerada, por roubo, a delinear todos os detalhes do próximo assalto.

Com a ajuda da sua amiga de longa data Lou (Cate Blanchett), reúne um grupo de mulheres para levar a cabo o roubo de um histórico e valioso colar de diamantes que a actriz Daphne Kluger (Anne Hathaway) vai usar na gala do Metropolitan Museum of Art.

No papel era uma aposta segura, uma versão feminina de um ‘heist movie’ acarinhado, com atrizes de peso como Cate Blanchett. Ainda que as sequelas do filme ‘Ocean’s 11’ (2001) não tinham granjeado do mesmo fulgor do primeiro capítulo, a ideia foi atrativa o suficiente para trazer Steven Soderbergh, realizador da saga, para o papel de produtor.

O ‘spin-off’, criado para resultar na bilheteira (e resultou), é efetivamente um produto de diversão. Partindo da premissa (talvez datada?) de que o público feminino é atraído por alta costura, glamour e espaços exclusivos, a história cumpre os objetivos comerciais. Carece, porém, da classe, perspicácia e inteligência que Steven Soderbergh conferiu aos seus ‘Ocean's’.

Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway, Mindy Kaling, Sarah Paulson, Awkwafina, Helena Bonham Carter e Rihanna formam um leque invejável de talento artístico, ainda assim.

James Corden, um cómico nato, surpreende como um perito de uma seguradora. O destaque é para Anne Hathaway, numa interpretação de uma atriz mimada e egocêntrica que devolve ao público a etiqueta que lhe foi colada em 2013, ano em que ganhou um Óscar por ‘Les Miserables’ enquanto se levantava uma onda espontânea de ódio online gratuito para com a atriz.

No final das contas, aclara-se um engano: as mulheres no cinema são rentáveis, como já havia avisado Cate Blanchett. Resta fazer a mesma aposta atrás da câmara e, numa próxima oportunidade, deixar uma mulher tentar a sua sorte com assuntos de mulher.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório