Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
32º
MIN 16º MÁX 35º
Imobiliário Habitação Estudo. Preço das casas australianas...

Estudo. Preço das casas australianas sobe 22%, o maior aumento em 30 anos

Os preços das casas australianas subiram 22,1% em 2021, o maior aumento desde o final da década de 1980, devido às baixas taxas de juro e à forte procura, de acordo com um estudo hoje divulgado.

Estudo. Preço das casas australianas sobe 22%, o maior aumento em 30 anos

"Nos últimos meses de 2021, os valores de casa registaram o ritmo de crescimento anual mais rápido desde o final dos anos 80, numa altura em que os salários e os rendimentos das famílias estavam em alta", disse o estudo da consultoria CoreLogic.

Só em dezembro do ano passado, os preços das casas - cuja média de é de 510.987 euros - subiram 1% a nível nacional.

Em contraste, desde outubro de 2020, a dinâmica dos preços tinha abrandado nos mercados imobiliários de Sydney e Melbourne, as cidades mais populosas da Austrália e onde no mês passado se registou, respetivamente, um crescimento de 0,3% e uma queda de 0,1%, de acordo com o relatório.

As razões para o abrandamento nestas duas cidades costeiras são atribuídas aos obstáculos enfrentados pelos compradores na realização de depósitos, ao baixo crescimento dos rendimentos e a um aumento da oferta.

Outras causas citadas pela consultoria australiana são as fracas tendências demográficas, num contexto em que o país deixou de receber imigrantes devido ao encerramento das suas fronteiras durante a pandemia.

"Com a reabertura das fronteiras internacionais, é provável que a procura de aluguer seja o principal beneficiário, em vez da procura de casas, especialmente nos distritos de aluguer de interiores populares entre estudantes e estrangeiros", segundo o CoreLogic.

Leia Também: Reino Unido. Preço das casas aumentou 10,4% em dezembro

Campo obrigatório