Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 30º
Mercado Agentes Vem aí uma resposta "diferenciadora"...

Vem aí uma resposta "diferenciadora" aos desafios do mercado imobiliário?

Especialistas do setor imobiliário criaram o Grupo Himo para oferecer uma abordagem inovadora e serviços especializados nas várias dimensões do mercado imobiliário, nomeadamente mediação, gestão, promoção, construção e manutenção. 

Vem aí uma resposta "diferenciadora" aos desafios do mercado imobiliário?

O Grupo Himo nasce da experiência de uma equipa a operar no imobiliário e de cinco marcas especializadas em várias áreas do setor (Habita, sitio, Roots, CMquadrado e Feitoria), para oferecer uma abordagem inovadora e serviços especializados nas várias dimensões do mercado imobiliário, nomeadamente mediação, gestão, promoção, construção e manutenção

"O Grupo Himo surge de uma vontade de fazer algo novo e de materializar a multidisciplinaridade da equipa, numa resposta diferenciadora, mas, por outro lado, manter o caminho traçado pelas marcas que já conquistaram a confiança dos nossos clientes, em cada uma das suas áreas", começa por revelar José Pedro Pinto, CEO do projeto.

Com uma abordagem "diferenciadora" e uma faturação global de 10 milhões de euros, este projeto pretende ser uma resposta transversal aos desafios do mercado imobiliário, de forma a que "nacional ou internacionalmente, os proprietários e investidores possam contar com uma oferta chave-na-mão”, sustenta o CEO.

Em comunicado, a génese do Grupo Himo deu-se em finais de 2012, quando nasceu a empresa Habita, atualmente, com presença em Lisboa, Porto, Alentejo, Oeste e Algarve, foca em mediação imobiliária, e a Polígono, especializada na criação de espaços e no conceito de coliving e coworking. Só depois surgiu empresa sitio, marca especialista em escritórios partilhados, que conta com 20 espaços partilhados e uma carteira de cerca 17 mil m2, distribuídos entre Lisboa e Porto, Setúbal, sendo o 'player' com maior número de espaços por localizações, lê-se no documento.

Por seu lado, a CMquadrado é atualmente responsável por diversas obras de remodelação e manutenção, contando já oito obras realizadas, neste seu primeiro ano de atividade, e a Roots conta já com um portefólio de projetos de construção e reabilitação. Por fim, a Feitoria gere, atualmente, vários edifícios em lisboa.

Faz ainda notar o mesmo documento que o Grupo Himo e as suas empresas integram uma equipa de mais de 90 colaboradores, reunindo diretores de área com uma ampla experiência do mercado, gestores de projeto, arquitetos, engenheiros, consultores, avaliadores, financeiros.

Leia Também: Habitação. Como 'desenhar a encomenda' de um projeto de arquitetura?

Campo obrigatório