Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Lar Eficiência energética Esta casa na Índia reduz o impacto a...

Esta casa na Índia reduz o impacto ambiental e usa energia renovável

Desde a sua construção, a Cantilever House, projeto assinado pelo ZED Lab, foi concebida de forma a conseguir reduzir o impacto ambiental. Ou seja, a quantidade total de energia usada é aproximadamente igual à quantidade de energia renovável criada no local.

Cantilever House na Índia

Na Índia, há uma casa que consegue reduzir o impacto ambiental. Chama-se Cantilever House e é um bom exemplo de como minimizar o consumo de recursos em casa, logo desde a construção, e contribuir assim com menos gases de efeito de estufa para a atmosfera. A notícia é avançada pela revista Urbana.

O seu criador, Zero Energy Design Lab, ZED Lab, é um estúdio de design de interiores localizado em Delhi, na Índia, especializado em projetos com energia líquida zero. O mesmo é dizer que a sua preocupação é desenvolver edifícios cuja quantidade total de energia usada pelo edifício é aproximadamente igual à quantidade de energia renovável criada no local.

Uma responsabilidade social que tem levado o atelier a ser premiado nos setores residencial, hoteleiro, institucional e comercial e industrial, sustenta a revista Urbana.pt.

Procurar trabalhar para melhorar a qualidade da vida do seu humano em simbiose com o meio ambiente é o mote do atelier e a Cantilever House, também localizada em Ghaziabad, na Índia, mostra isso mesmo.

Note que os proprietários desta habitação valorizam a vida ao ar livre e esse fator foi tido em consideração pelo atelier, mesmo com o clima rigoroso no Norte da índia. A casa emprega vários mecanismos que minimizam o consumo de recursos e reduzem o impacto ambiental do edifício, ao mesmo tempo que aumentam o conforto térmico dos residentes, sublinhe-se.

Entre os principais exemplos há o saguão de pé-direito duplo ladeado que permite uma ventilação permanente. Bem como, os espaços noturnos caracterizados por uma massa térmica para proteger os espaços diurnos do sol do sul e do oeste, refere a Urbana.pt. Por sua vez, a face norte da casa é envidraçada para admitir uma luz durante o dia e evitar o aumento de calor.

Já no interior, a decoração é minimalista, mas aventureira na sua abordagem de design. Os interiores compreendem vários tons de castanho e cinza com toques de cor espalhados nos espaços com o uso de cadeiras de jantar coloridas ou almofadas, adicionando vitalidade e vivacidade.

Leia Também: Cânhamo sustentável usado pela 1.ª vez na reabilitação de prédio no Porto

Campo obrigatório