Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 32º

Edição

Imobiliário Construção Construção em LSF tem-se tornado pop...

Construção em LSF tem-se tornado popular em Portugal. Mas o que é?

A construção em Light Steel Frame (ou LSF) tem-se tornado cada vez mais popular no nosso país, com mais pessoas a optar por esta solução para construir a sua casa. Mas em que consiste este método? E quais são as suas vantagens e desvantagens? A arquiteta Beatriz Alves explica-lhe.

Construção em Light Steel Frame (ou LSF)

O Light Steel Frame (ou LSF) é um sistema de construção de casas, em grande parte de casas pré fabricadas, também conhecido como estrutura em aço leve, usa o aço para criar a estrutura principal de uma casa. Ou seja, em vez de usar o betão e o ferro de uma estrutura de casa convencional, usa os perfis de aço para criar a estrutura da habitação. Depois, basta revestir o interior e o exterior com materiais que garantam um bom isolamento e qualidade de vida. Simples? A arquiteta Beatriz Alves, da plataforma Habitissimo, tira-lhe as as dúvidas.

Note que os edifícios que usam este método construtivo são mais leves, sendo esta construção popular para edifícios com pouca altura. Também é igualmente muito usada em reabilitações de edifícios e na construção de armazéns e edifícios industriais.

Mas, quais são as suas vantagens?

  • Segurança

Os materiais usados neste tipo de construção são bastante seguros e resistentes. O baixo peso do edifício, os elementos mais pesados nas fundações e a maleabilidade do material torna esta construção tão ou mais segura que as tradicionais.

  • Conforto

O isolamento térmico é uma característica da construção LSF, explica Beatriz Laves, tornando estes edifícios muito ecológicos, sendo até considerados como construções sustentáveis.

  • Sustentabilidade

Os materiais usados são recicláveis e eco eficientes, verificando-se uma redução significativa da emissão de CO2 quando comparado à construção tradicional.

  • Construção

O uso de materiais leves e o uso de sistemas de fixação rápida, sem cimento, bem como a facilidade na colocação das tubagens, tornam o sistema LSF muito rápido.

  • Desempenho perante incêndios

Apesar de o aço diminuir a sua resistência quando exposto ao calor, o uso de outros materiais a protegê-lo tornam as construções LSF muito resistente aos danos por fogo, sustenta a profissional de arquitetura.

  • Durável

Como usa materiais bastante resistentes e duráveis na sua construção, o tempo de vida útil, sem manutenções extraordinárias, é bastante elevado.

  • Versátil

Pode-se ainda ler no Habitissimo que a sua manutenção é fácil, eficaz e com um custo mais baixo que a construção tradicional, o que lhe permite, com o mesmo investimento da construção tradicional, ter uma criação mais personalizada.

Ainda assim, a construção LSF também tem os pontos menos bons:

  • Não é indicada para a construção de edifícios muito altos, uma vez que mais que dois pisos podem comprometer a estabilidade da estrutura;
  • O número de vãos a abrir pode ser limitado se puser em causa a distribuição das forças na estrutura do edifício;
  • Necessita de usar caixilharia e vidros mais eficientes.

Leia Também: Saúde mental e construção: Profissionais mostram altos níveis de stress

Campo obrigatório