Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Imobiliário Escritórios JLL conclui uma das maiores operaçõe...

JLL conclui uma das maiores operações de escritórios dos últimos tempos

A consultora mundial em serviços imobiliários concluiu um negócio com a Critical TechWorks para ocupação de dez mil m2 de escritórios no K-Tower, no Parque das Nações.

K-Tower, no Parque das Nações

A imobiliária JLL, consultora mundial em serviços imobiliários, anunciou esta segunda-feira que concluiu o contrato de pré-arrendamento para a ocupação de 10.000 metros quadrados (m2) de escritórios no K-Tower, no Parque das Nações, em lisboa, com a Critical TechWorks, joint-venture entre o BMW Group e a Critical Software, avança a agência Lusa.

"A consultora atuou em representação da Krest Real Estate Investment, proprietário e promotor deste projeto de escritórios que está em construção no Parque das Nações, numa das melhores localizações de Lisboa, ao lado da Gare do Oriente. O imóvel estará pronto a ocupar em 2023", refere em comunicado.

Segundo a JLL, "trata-se de uma das maiores operações de ocupação de escritórios dos últimos tempos, comprovando que o mercado de Lisboa continua a beneficiar de uma procura dinâmica".

"Concretizar uma operação com esta dimensão para um projeto que está em construção numa conjuntura ainda marcada pela pandemia, é uma evidência da confiança do tecido empresarial na recuperação da economia. Por isso, as empresas, e especialmente as que necessitam de áreas grandes, continuam a querer assegurar a presença nos melhores projetos, como é o caso do K-Tower”, refere Mariana Rosa, Head of Leasing Markets Advisory da JLL, revela a Cision.

Por o seu lado, Claude Kandiyoti, CEO da empresa belga Krest Investments, considera que “o K-Tower oferece todos os atributos que são hoje tão importantes no ambiente de trabalho, luz natural, jardins, grandes áreas e fácil mobilidade. Desde o dia da sua conceção que queríamos um edifício sustentável e que fosse intemporal, fazendo com que os seus ocupantes se sentissem em casa no seu local de trabalho”.

Já Paulo Guedes, CFO da Critical TechWorks, acredita que “o escritório é um local essencial para a promoção da cultura da empresa, da colaboração entre equipas e da partilha de conhecimentos, estamos muito contentes por traçar este plano a longo prazo."

O complexo K-Tower integra também o Moxy Hotel Lisboa Oriente, sendo que a torre de escritórios contempla 14 pisos acima do solo com uma área de aproximadamente 15.000 m2, incluindo estacionamento para mais de 154 viaturas.  

Refere ainda a Cision que este projeto aposta fortemente na sustentabilidade, integrando vários espaços verdes e estando a ser construído de acordo com os requisitos da certificação BREEAM, tendo o certificado “Breeam Excellent”.

Leia Também: Investimento em ativos vivos irá aumentar ao longo de 2021, revela a JLL

Campo obrigatório