Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 24º

Na hora de conduzir comete algum destes erros? São nove (e comuns)

O ACP dá conta de quais os erros a evitar por forma a prolongar a vida do automóvel. Seja por descuido ou desconhecimento, saiba mais sobre estas ações que podem estar a tirar anos de vida ao seu veículo.

Na hora de conduzir comete algum destes erros? São nove (e comuns)
Notícias ao Minuto

16:03 - 15/03/24 por Teresa Banha

Auto Carros

Conduzir pode tornar-se uma ação diária ou apenas ser feita esporadicamente, mas, quer seja um condutor ou condutora experiente ou dê 'umas voltas' apenas de vez em quando, é importante estar atento a alguns erros que possam estar a acontecer

O Automóvel Club de Portugal (ACP) dá conta de que, para prolongar a vida de um veículo, importa fazer a manutenção, evitando erros - que podem acontecer ou por descuido ou desconhecimento.

Mas, motivos de lado, quais são os erros que deve evitar?

Falta de verificação da pressão dos pneus

De acordo com um artigo publicado no site do ACP, a aderência dos pneus "é essencial", dado que são a parte do veículo que está em contacto com a estrada. "Verifique regularmente a pressão dos pneus, sem esquecer o suplente, porque este é essencial para que qualquer mudança ocorra em segurança", lê-se.

Não prestar atenção aos componentes elétricos

Outra dica importante é prestar atenção aos componentes elétricos do veículo, que são vários - dos faróis às luzes de nevoeiro, passando pela bateria. Dar atenção a estes componentes é também "essencial" e o ACP alerta que se tiver dúvidas, o melhor é levar o carro a uma oficina. Prestar atenção às luzes do painel de instrumentos é algo importante para estar a par do estado do carro.

Manter a mão na alavanca das mudanças enquanto conduz

Este será um dos erros mais comuns - ainda que possa parecer que a força exercida na alavanca é mínima, acaba por ter influência no desgaste de quem conduz.

Acelerar de imediato a frio

Outro erro comum é a acelerar de forma forte assim que se inicia a condução, dado que o motor deve operar a uma temperatura entre os 80 e os 100 graus. "E até atingir a temperatura ideal, pode haver fricção entre os componentes mecânicos. Inicie sempre a condução de forma calma, de modo a permitir que o motor aqueça devidamente", explicam os especialistas.

Andar com o carro na reserva

Com o combustível na reserva o motor vai absorver impurezas que se encontrem no fundo do depósito.

Manter o pé na embraiagem

A pressão exercida no pedal da embraiagem, ainda que ligeira, promove o seu desgaste.

Atravessar lombas na diagonal

Atravessar lombas apenas com um dos lados desgasta mais as suspensões e, por isso, a melhor forma de atravessar lombas é com as rodas linhas - e com uma velocidade reduzida.

Mudar o óleo do motor tendo apenas em consideração os quilómetros percorridos

O óleo tem uma validade que não deve ser ultrapassa, e por isso deve ser mudado consoante a necessidade - para que não se degrade nem perca a capacidade de lubrificar e proteger os componentes. 

Não verificar a água no líquido do radiador

É também essencial verificar o líquido do radiador. "Se for necessário e não possuir o líquido recomendado adicione apenas água destilada e nunca água 'normal', para evitar a corrosão do sistema. Os anticongelantes possuem fórmulas otimizadas e específicas. Ao adicionar água vai modificar a referida fórmula. Opte pelo líquido de refrigeração indicado pelo fabricante", explicam o ACP.

Leia Também: Mulher que acusa Christian Horner vai recorrer da decisão da Red Bull

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório