Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 32º

Portugal continua a ser dos países onde menos se paga por notícias online

Portugal continua a ser um dos países onde menos se paga por notícias 'online', conclui o relatório Reuters Digital News Report 2024 (Reuters DNR 2024), hoje divulgado, que analisa 47 mercados.

Portugal continua a ser dos países onde menos se paga por notícias online
Notícias ao Minuto

00:05 - 17/06/24 por Lusa

Tech Informação

"Apenas 12% dos inquiridos afirmam ter pago por notícias 'online' no ano anterior em Portugal, quando a nível global a percentagem se mantém nos 17%", refere o Reuters Digital News Report 2024 que é o 13.º relatório anual do Reuters Institute for the Study of Journalism (RISJ) e o 10.º a contar com informação sobre Portugal. Em 2024 participaram 47 mercados de notícias, Portugal incluído.

Enquanto parceiro estratégico, o OberCom -- Observatório da Comunicação colaborou com o RISJ na conceção do questionário para Portugal, bem como na análise e interpretação final dos dados.

Tal como em anos anteriores, "os portugueses que pagam por notícias 'online' continuam a preferir a subscrição em formato ongoing, contínuo, independentemente da periodicidade do pagamento (34%), sendo que uma proporção próxima paga por notícias digitais de forma indireta, pela subscrição de outro serviço que inclui esse acesso a notícias em formato digital (30%)".

No universo dos portugueses que pagam por notícias 'online', mais de metade (58%) pagam, "no máximo, um valor entre 5 e 10 euros por mês, sendo que 26%, cerca de um quarto, dizem pagar entre um e cinco euros por mês".

"E entre os que não pagam, 47% estariam dispostos a pagar, no máximo, um valor entre 5 e 10 euros por mês, sendo de destacar que apenas 4% estariam dispostos a pagar mais do que isso e 48% não sabem ou não tinham a certeza no momento da resposta ao inquérito", remata.

O inquérito foi realizado em 47 mercados: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Espanha, Portugal, Irlanda, Noruega, Suécia, Finlândia, Dinamarca, Bélgica, Países Baixos, Suíça, Áustria, Hungria, Eslováquia, República Checa, Polónia, Croácia, Roménia, Bulgária, Grécia, Turquia, Coreia do Sul, Japão, Hong Kong, Índia, Indonésia, Malásia, Filipinas, Taiwan, Tailândia, Singapura, Austrália, Canadá, Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, Peru, México, Marrocos, Nigéria, Quénia e África do Sul.

O trabalho de campo foi realizado no final de janeiro/início de fevereiro.

Leia Também: Medvedev defende "causar o máximo dano" aos EUA e aliados

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório