Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Huawei. As novidades que a empresa fez questão de apresentar em Barcelona

Mesmo com Mobile World Congress cancelado, a Huawei não deixou de rumar a Barcelona para apresentar as suas novidades para os próximos meses.

Huawei. As novidades que a empresa fez questão de apresentar em Barcelona

O Mobile World Congress (MWC)é tido como um dos maiores eventos do mercado mobile em todo o mundo e é alvo de grandes atenções da parte das maiores fabricantes do mundo, assim como dos maiores entusiastas de smartphones. É por isso que, todos os anos no final de fevereiro, as atenções voltam-se para Barcelona, Espanha, mas em 2020 quis o destino que os planos fossem diferentes.

O surto de COVID-19 fez disparar as medidas de prevenção e levou a que grande parte das empresas participantes cancelassem a presença no MWC. Pouco tempo depois, coube à organização cancelar o evento por inteiro mas nem todas as fabricantes seguiram a mesma direção.

A Huawei foi uma das 'resistentes' a querer continuar a tradição do MWC e manteve a sua apresentação desta segunda-feira, dia 24. O que tem a Huawei de tão especial para apresentar nestas condições atípicas? O Notícias ao Minuto foi convidado a comparecer e contamos-lhe tudo.

As 'hostilidades' foram inauguradas por um dos diretores de consumo da Huawei, Andrew Garrihy, que garantiu que "2020 será um grande ano" para a empresa, dando o mote para a 'entrada' do CEO da Huawei, Richard Yu, que participou na conferência remotamente. A medida prendeu-se com as já citadas medidas preventivas, com o executivo a garantir que a segurança e saúde dos colaboradores e visitantes.

Yu começou por dar conta do crescimento da secção de consumo da Huawei, revelando um crescimento de mais de 200% na área dos computadores. O executivo fez questão ainda de deixar claro que os 'obstáculos' de 2019 levarão a um investimento ainda maior em Investigação e Desenvolvimento da empresa.

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

O líder da tecnológica chinesa começou por falar do smartphone dobrável da Huawei, o Mate X. Trata-se do primeiro smartphone da empresa nesta categoria, um que terá em breve a companhia do Huawei Mate Xs. Tal como o nome indica, trata-se de uma nova versão do smartphone dobrável. Quando dobrado, o telemóvel tem um ecrã de 6.6 polegadas na face frontal e, quando aberto, exibe um ecrã de 8 polegadas.

A Huawei garante que o ecrã dobrável é mais resistente e é apoiado por uma bateria mais robusta com liga de titânio, 30% mais resistente de acordo com a empresa. O Huawei Mate Xs integra um processador Kirin 990 5G, que contribuirá para uma experiência com melhor desempenho face à versão original.

A bateria corresponderá também ao esperado nesta nova versão, com uma capacidade 20% mais eficiente do que o Mate X original. No que diz respeito a capacidade, estamos a falar de uma bateria de 4,500mAh. Na câmara traseira, a Huawei integrou quatro sensores de 40MP, 8MP Telephoto, 16MP Ultra Wide e um sensor 'Time of Flight'.

O Mate Xs virá também com o EMUI 10, a versão da empresa do Android 10 que incluirá todas as novas funcionalidades do sistema operativo da Google. De notar que o Huawei Mate Xs continuará a não poder contar com os serviços da Google, tal como aconteceu com o Mate 30 anunciado em 2019 e lançado em Portugal no início deste ano.

A nível de preço, estamos a falar de um preço de 2,499 euros por uma versão de 8GBde RAM com 512GB e será lançado no mercado global em março.

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

Deixando o Mate Xs de parte, Yu revelou também o Huawei Matepad Pro 5G, um novo tablet que surge acompanhado de um teclado para quem necessita de um dispositivo preparado para sessões de produtividade. O ecrã tem 10.8 polegadas com 2560 x 1600 de resolução e no interior encontramos um Kirin 990 5G, o qual a Huawei garante que será de grande utilidade para os jogadores.

A produtividade está também garantida com um novo modo de divisão de ecrã chamado App Multiplier, que permitirá ao utilizador usar apps em simultâneo. Será ainda possível usar o smartphone diretamente no ecrã do Matepad Pro, uma funcionalidade interessante que será conveniente para não ter de andar constantemente a usar dois dispositivos em simultâneo.

O Matepad Pro vem acompanhado de uma caneta, a M-Pencil, indicada para ilustradores e designers gráficos. A caneta carregamento sem recurso a fios, basta ser guardada magneticamente no topo do Matepad Pro.

O Matepad Pro será lançado em laranja, verde, preto e branco e será disponibilizado em abril a partir dos 549 euros.

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

O mercado do PC é um em que a Huawei tem mostrado ter maiores ambições, algo que ficou claro com o anúncio do Huawei Matebook X Pro, um portátil com uma moldura de ecrã ainda mais reduzida para enaltecer o ecrã de 13,9 polegadas e 3000 x 2000 de resolução. No interior estará um processador Intel Core i7 de 10ª geração com 4,90Ghz.

O preço do Matebook X Pro começará nos 1,499 euros (i5 + 16GB RAM + 512GB SSD) e irá até aos 1,999 euros (i7 + 16GB RAM + 1TB SSD).

Na fase final da apresentação, Yu fez questão de se debruçar na App Gallery, a loja virtual que a empresa chinesa tem planos para rivalizar com a Play Store da Google e a App Store da Apple. Para 'impulsionar' o crescimento de apps e da comunidade de developers, a Huawei trabalhará localmente em cada país para garantir que não há ausências de peso da sua loja virtual.

Para terminar o evento, a Huawei confirmou que será em março que mostrará oficialmente a série P40.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório