Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Depois do Twitter, Google anuncia que limitará anúncios políticos

A empresa-mãe Alphabet imporá alguns limites aos responsáveis por anúncios políticos.

Depois do Twitter, Google anuncia que limitará anúncios políticos

Com a campanha para as eleições presidenciais dos EUA em 2020 já a todo o vapor e depois do Twitter anunciar o bloqueio de anúncios políticos, chegou a vez da empresa-mãe da Google, a Alphabet, anunciar que imporá limites aos anunciantes no que diz respeito a este tema.

Numa publicação de blogue feita a propósito do tema, a Alphabet adianta que deixará de fornecer aos responsáveis por anúncios políticos determinados dados sobre os internautas. Entre esses dados estão a idade, o género e até a localização, pelo que ainda será possível exibir anúncios para pessoas que tenham lido determinada notícia ou visto um vídeo específico.

A medida começará por ser aplicada no Reino Unido, antes das eleições, no dia 12 de dezembro, na Unirão Europeia antes do final de 2019 e no resto do mundo a partir de 6 de janeiro de 2020.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório