Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
37º
MIN 20º MÁX 37º

Luís Rodrigues anuncia candidatura à distrital do PSD de Setúbal

O conselheiro nacional do PSD Luís Rodrigues vai candidatar-se à Comissão Política Distrital do PSD de Setúbal com o objetivo de "revitalizar o partido" na região, confirmou hoje à agência Lusa o dirigente social-democrata.

Luís Rodrigues anuncia candidatura à distrital do PSD de Setúbal
Notícias ao Minuto

18:14 - 09/07/24 por Lusa

Política PSD

"Entendo que é importante que os militantes com maior responsabilidade, com maior visibilidade, possam dar o seu contributo para que o PSD, no país, no distrito e nos concelhos do distrito de Setúbal, para que possam revitalizar e conseguir vencer os desafios que se nos colocam cada vez mais", disse Luís Rodrigues. 

"O PSD no distrito de Setúbal tem que reforçar o seu empenho, tem que se tornar de facto um partido determinante no futuro dos conselhos e no futuro no distrito. E é isto que eu e as pessoas que me desafiaram para este projeto queremos. Queremos tornar o PSD mais forte, mais coeso, mais determinante na vida da população do distrito de Setúbal", frisou.

Para Luís Rodrigues, o reforço do PSD no distrito é importante porque o partido não só "continua sem ganhar nenhuma câmara municipal na região", como "perdeu algumas das juntas de freguesia". 

Luís Rodrigues já liderou a Comissão Política Distrital do PSD de Setúbal em três mandatos consecutivos, tendo sido eleito pela primeira vez em abril do ano 2000. E foi reeleito, por duas vezes, em 2002 e 2004.

Luís Rodrigues foi também cabeça-de-lista do PSD em eleições autárquicas nos concelhos de Setúbal e do Seixal, no distrito de Setúbal, e no concelho de Arraiolos, no distrito de Évora.

A decisão de se candidatar de novo ao cargo foi revelada durante a reunião do Conselho Nacional do PSD, realizada na segunda-feira, em Lisboa.   

A agência Lusa tentou ouvir o atual presidente da Comissão Política Distrital do PSD, Paulo Ribeiro, que ainda pode recandidatar-se a um terceiro mandato, mas não foi possível.

Leia Também: PSD aprova diretas a 6 de setembro e Congresso entre 21 a 22 de setembro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório