Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

"Costa tem convicções. É político de maior craveira que Von der Leyen"

Sérgio Sousa Pinto comentou a possibilidade do antigo primeiro-ministro vir a ocupar o cargo de presidente do Conselho Europeu.

"Costa tem convicções. É político de maior craveira que Von der Leyen"
Notícias ao Minuto

10:04 - 15/06/24 por Notícias ao Minuto

Política Sérgio Sousa Pinto

O deputado do Partido Socialista (PS) Sérgio Sousa Pinto defendeu, na sexta-feira, que António Costa "é um homem que tem uma grande experiência europeia e uma compreensão da complexidade dos temas europeus".

Em comentário na CNN Portugal sobre a possibilidade do antigo primeiro-ministro vir a ocupar o cargo de presidente do Conselho Europeu, Sousa Pinto esclareceu ainda que António Costa "tem convicções, há muitos anos, sobre a união de transferências, a gestão da União [Europeia], sobre a repartição de encargos, sobre a abertura dos mercados".

"António Costa é um homem que tem as condições, a experiência, as qualidades que são reconhecidas para exercer estas funções e é bom nome para o lugar. Acho que é político de maior craveira que Von der Leyen, a diferença é notória", acrescentou.

Recorde-se que, na noite de domingo, após o anúncio dos resultados das eleições Europeias, o primeiro-ministro, Luís Montenegro reconheceu que "é possível que a presidência do Conselho Europeu seja destinada a um candidato socialista" e que, se António Costa for candidato, "a AD e o Governo de Portugal não só apoiarão como farão tudo para que essa candidatura possa ter sucesso".

Montenegro anuncia apoio a Costa para presidência do Conselho Europeu

Montenegro anuncia apoio a Costa para presidência do Conselho Europeu

O líder do PSD e primeiro-ministro Luís Montenegro anunciou hoje o apoio da AD e do Governo ao seu antecessor António Costa para o cargo de presidente do Conselho Europeu, se decidir ser candidato.

Lusa | 00:01 - 10/06/2024

Posteriormente, António Costa admitiu que seria "importante ter um português nas instituições internacionais", mas ressalvou que nunca aceitaria ser presidente do Conselho Europeu sem o apoio do Governo português.

O ex-primeiro-ministro confirmou que já tinha falado Luís Montenegro sobre uma eventual candidatura e que, por isso, já conhecia a sua posição de apoio. "Ainda não era primeiro-ministro e tinha-me transmitido que daria esse apoio. Eu, aliás, pus-lhe a questão", indicou o ex-governante.

À semelhança do primeiro-ministro, também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já manifestou o seu apoio a António Costa. Na terça-feira, o chefe de Estado defendeu que o ex-governante na liderança do Conselho Europeu seria "importante" para a Europa e para Portugal, justificando que o ex-primeiro-ministro "move-se bem na Europa e dá-se bem com os potenciais líderes europeus".

Leia Também: "O 25 de Novembro não foi contrarrevolução. Tratou-se de repor os eixos"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório