Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

PSD liderava na Madeira com 45,69% dos votos às 20h00

O PSD liderava às 20h00 de hoje as eleições legislativas regionais da Madeira, com 45,69% dos votos, quando estavam apuradas 17 das 54 freguesias, segundo dados oficiais provisórios.

PSD liderava na Madeira com 45,69% dos votos às 20h00
Notícias ao Minuto

20:21 - 26/05/24 por Lusa

Política Madeira

De acordo com informação disponibilizada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, uma hora depois do fecho das mesas de voto, o PS era a segunda força política mais votada, com 23,83%, sucedido pelo JPP, com 11,07%, e pelo Chega, com 7,56%.

Seguem-se o CDS-PP (3,50%), a IL (1,48%), o PAN (0,95%), o BE (0,65%), o PTP (0,65%), a CDU -- PCP/PEV (0,64%), o Livre (0,55%), o RIR (0,43%), o ADN (0,37%) e o MPT (0,33%).

Às 20:00 estava já atribuído o primeiro mandato, com o qual foi eleito o social-democrata Miguel Albuquerque (atual presidente do Governo Regional, demissionário desde fevereiro).

A Assembleia Legislativa da Madeira tem 47 deputados, sendo necessários 24 para uma força política conseguir maioria absoluta.

Nas anteriores regionais, em 2023, a coligação PSD/CDS-PP alcançou 23 deputados, o PS 11, o JPP cinco e o Chega quatro. CDU, IL, PAN e BE conseguiram um assento cada.

Com 37 freguesias ainda por apurar, estavam contabilizados 15.009 votantes de 28.556 inscritos, o que equivalia a uma participação de 52,56%.

As eleições legislativas regionais antecipadas na Madeira decorreram hoje, num escrutínio em que mais de 254 mil eleitores foram chamados a votar, para escolher um novo parlamento e um novo governo.

Catorze candidaturas disputaram os 47 lugares no parlamento regional, num círculo eleitoral único: ADN, BE, PS, Livre, IL, RIR, CDU (PCP/PEV), Chega, CDS-PP, MPT, PSD, PAN, PTP e JPP.

As eleições antecipadas de hoje ocorreram oito meses após as mais recentes legislativas regionais, depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter dissolvido o parlamento madeirense, na sequência da crise política desencadeada em janeiro, quando o líder do Governo Regional (PSD/CDS-PP), Miguel Albuquerque, foi constituído arguido num processo em que são investigadas suspeitas de corrupção.

Na última legislatura, a Assembleia Legislativa da Madeira tinha 20 representantes do PSD, três do CDS-PP, 11 do PS, cinco do JPP e quatro do Chega. A CDU, o BE, o PAN e a IL ocupavam um lugar cada.

[Notícia atualizada às 20h58]

Leia Também: Juntos Pelo Povo é "o grande vencedor", diz Alberto João Jardim

Recomendados para si

;
Campo obrigatório