Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 12º MÁX 24º

"Declarações de Núncio sobre a IGV revelam a agenda escondida da AD"

Para Inês Sousa Real, votar na AD é votar "contra os direitos das mulheres".

"Declarações de Núncio sobre a IGV revelam a agenda escondida da AD"
Notícias ao Minuto

15:04 - 28/02/24 por Notícias ao Minuto

Política Inês Sousa Real

As declarações de Paulo Núncio, vice-presidente do CDS e membro da Aliança Democrática (AD), expressas na terça-feira, num debate promovido pela Federação Portuguesa pela Vida (FPV), em que também participou o vice-presidente do Chega, Pedro Frazão, estão a gerar polémica.

Depois de Pedro Nuno Santos ter dito que a AD quer voltar ao passado, na questão do aborto, e representa um retrocesso nos direitos das mulheres, foi a vez da líder do PAN reagir.

Para Inês Sousa Real "as declarações de Paulo Núncio sobre a IGV revelam a agenda escondida da AD".

"Já bastou que o PSD e o CDS a ultima vez que foram governo tenham imposto o pagamento de taxa moderadora às mulheres que quisessem abortar! Um voto na AD é um voto contra os direitos das mulheres", sublinhou.

Recorde-se que Paulo Núncio defendeu no debate da FPV que "a única forma" de se reverter a despenalização do aborto é pela via de um referendo, palavras e foram vistas estas que foram vistas como a defesa de nova consulta popular, algo que Nuno Melo já se apressou a negar, assim como Luís Montenegro.

Leia Também: Lei do aborto? "Esse assunto está absolutamente arrumado", diz Montenegro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório