Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

PNS "tem capacidade de diálogo". Carneiro? "Crise de identidade"

O antigo ministro considerou que José Luís Carneiro está a atravessar uma "crise de identidade" e Pedro Nuno Santos é a "solução que corresponde à identidade" do partido.

PNS "tem capacidade de diálogo". Carneiro? "Crise de identidade"
Notícias ao Minuto

20:33 - 10/12/23 por Notícias ao Minuto

Política Eduardo Cabrita

O antigo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, explicou, este domingo, que apoia Pedro Nuno Santos na corrida à liderança do Partido Socialista (PS) por ser a "solução que corresponde à identidade" do partido. Sobre José Luís Carneiro, considerou estar a atravessar uma "crise de identidade".

"Pedro Nuno Santos tem a capacidade de diálogo, que demonstrou nos seus anos de secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, tem experiência política, tem capacidade de mobilização, nesta fase dos militantes socialistas e estou convicto que, na fase seguinte, da sociedade portuguesa", explicou em entrevista à CNN Portugal.

Questionado sobre a possibilidade de o Partido Socialista (PS) ter de criar uma nova geringonça para governar o país, Cabrita alertou que o partido "não pode fechar o diálogo à Esquerda e à Direita", mas recusou que o candidato José Luís Carneiro seja a melhor pessoa para dialogar com a Direita.

"José Luís Carneiro parece estar numa crise de identidade. José Luís Carneiro representa o PS de 2013, o PS de António José Seguro que admitiu um diálogo de aproximação do Partido Social Democrata (PSD)", considerou.

Sublinhando que o ainda ministro da Administração Interna tem "qualidades pessoais", Cabrita manifestou-se "surpreendido" com a "sua preocupação com aquilo que era a base política do governo que integrou".

"Portanto, aquilo que é a autonomia estratégica do PS, como ouvimos agora dizer, é exatamente garantida por Pedro Nuno Santos, que garante essa autonomia de diálogo à Direita e diálogo à Esquerda quando necessário", explicou.

Sublinhe-se que as eleições para a liderança do PS realizam-se a 15 e 16 de dezembro. Além de Pedro Nuno Santos e José Luís Carneiro, na corrida está também Daniel Adrião.

Leia Também: Em discurso de apoio, Manuel Alegre dá conselhos e deixa pedido a PNS

Recomendados para si

;
Campo obrigatório