Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
30º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

"Muitos perderam RSI porque podiam trabalhar e não quiseram"

Na entrevista que dá hoje ao Diário de Notícias, o ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social dá conta de um grande número de pessoas que perdeu o direito ao RSI porque “tinha idade e capacidade para trabalhar e não o estava a fazer”.

"Muitos perderam RSI porque podiam trabalhar e não quiseram"

“Cada fraude é um ataque ao dinheiro de todos” e “cada euro que é mal dado no âmbito da política social é um euro que é retirado a quem é mais fraco”, começa por dizer o ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, na entrevista concedida ao Diário de Notícias.

Foi esse o mote que levou a uma maior fiscalização e escrutínio na atribuição do Rendimento Social de Inserção (RSI), que, na perspetiva de Mota Soares, “pode sempre ter um risco moral, ou seja, de as pessoas o estarem a receber em vez de estarem no mercado de trabalho”.

“Cerca de 60 mil pessoas recebiam o RSI, tinham condições para trabalhar e nem estavam inscritas no centro de emprego. Ora, a procura ativa de emprego deve ser uma das primeiras preocupações de quem recebe RSI”, justifica o governante.

Nas palavras de Mota Soares, “O RSI faz sentido numa lógica de integração social, por isso deve ser uma prestação transitória e não definitiva”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório